13 de setembro de 2011

Mulheres não fazem exercício para não perder a chapinha.


Segundo a maior autoridade em saúde pública americana, o Office of the Surgeon General, muitas mulheres deixam de se exercitar porque estão preocupadas em estragar o cabelo.
"Quando você começa a fazer exercícios busca motivos para não ir, e o cabelo acaba sendo mais um deles", disse a diretora atual do órgão.

Muitas mulheres investem quantias consideráveis de dinheiro e tempo em relaxamentos e outros tratamentos químicos para transformar os cachos naturais em looks lisos e sedosos. Umidade e movimentação, porém, podem rapidamente desfazer os procedimentos e, em função disso, as mulheres evitam atividades físicas de vez.

Pesquisadores do Wake Forest Baptist Medical Center, na Carolina do Norte, avaliaram 103 mulheres negras e perceberam que um terço delas se exercitava menos por conta da preocupação em prejudicar seu cabelo. Dessas mulheres, 88% não seguiam a recomendação de fazer 150 minutos semanais de atividade física de média intensidade. Amy McMichael, que comandou o estudo, disse que notou que algumas das suas pacientes acima do peso mencionaram o cabelo entre os motivos pelos quais não faziam ginástica.
Elas dizem: " arrumo meu cabelo uma vez por semana, não quero estragar".

Rebecca Alleyne, uma cirurgiã de câncer de mama de Los Angeles, disse que corria, andava de bicicleta e nadava seis dias por semanas até um ano e meio atrás, quando ela colocou extensões nos cabelos. "Sabia que iria parar um pouco. A barreira para mim eram os 60 dólares e duas horas e meia de investimento, que me deixaram parada alguns dias para preservar meu cabelo". Em seis semanas ela diz que ganhou dois quilos e meio.

Jackie Gordon, 47, secretária executiva, começou a alisar seu cabelo na adolescência. A companhia onde ela trabalha até permite pausas maiores na hora do almoço para quem vai fazer exercício, mas ela não acompanha os colegas na aula de spinning: "é muito esforço arrumar meu cabelo depois, mas quando digo isso percebo os olhares. Dizem que estou dando desculpas", diz ela. "Tenho que secar e modelar meu cabelo, é no mínimo hora de trabalho", completa.

Com isso tudo, os consultórios de endócrinologistas e nutricionistas estão cada vez mais cheios assim como os salões de beleza.





Fonte : Portal da educação física

3 comentários:

  1. Aí, passa a gastar com salão e depois com remédios para emagrecer. Depois, com remédios para baixar o colesterol, depois para baixar a ansiedade, depois... Meu Deus, que coisa, hein? Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. de que adianta cabelo bonito e corpo feio...

    ResponderExcluir
  3. Convido você a participar do agregador de links www.surpriselink.com, você vai se surpreender...
    Para ser nosso parceriro e trocar banner clique AQUI

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.