25 de abril de 2011

Para um bom começo de semana!!

Conversa entre duas mortas.

- Morri congelada.
- Ai que horror !!! Deve ter sido horrível ! Como é morrer congelada?
- Bom, no começo é muito ruim: primeiro são os arrepios, depois as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo congelando.
- Mas, depois veio um sono muito forte e eu perdi a consciência.
- E você, como morreu ?
- Eu ?
- Morri de ataque cardíaco.
- Eu estava desconfiada que meu marido estava me traindo. Então, um dia cheguei em casa mais cedo, corri até ao quarto e ele estava na cama, calmamente assistindo televisão.
- Ainda desconfiada, corri até o porão para ver se encontrava alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém.
- Depois, corri até o segundo andar, mas também não vi ninguém.
- Então, subi até o sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque cardíaco e caí morta.
- Puxa, que pena...
- Se você tivesse procurado no freezer, nós duas estaríamos vivas!


 
 
 
Christian Dior não faz milagre
 
O marido entra na Christian Dior de Nova York, para comprar para sua esposa, uma camisola transparente. São mostrados vários modelos, que vão de US$ 250 até US$ 500, todas muito transparentes e quanto mais transparente, mais cara!... Escolhe então a mais cara, paga os US$ $500 e leva para casa...

Ao chegar em casa, presenteia a sua esposa, comentando o valor pago por aquela linda camisola e pede para ela subir ao quarto e colocar o modelo para ele... No quarto, a esposa, que não é nenhuma boba, pensa em voz alta:
- " Tenho uma grande idéia... esta camisola, é TÃO transparente, que parece que não estou vestindo nada... Não vou vestir!... Vou aparecer completamente nua, devolvo a peça amanhã e recebo o valor pago de US$ 500, para mim!...
". Desce então para o salão, completamente nua, com uma pose bem sensual para seu marido...
O marido demonstrando a maior surpresa, exclama:
- " Mas que merda!... me custou US$500 e nem foi devidamente passada e alisada!!!”...
Os vizinhos ouviram o disparo....
A esposa se entregou a polícia, sem oferecer resistência...


 
 
 
O lado gay das profissões
 
Contador: O mês só fecha gostoso quando se conhece os ativos e passivos.

Advogado: Não tem jeito, volta e meia tem de entrar na Vara. Damos um desconto porque muitas vezes é Vara de Família.

Médico: Quando receita um remédio pra vermes, sempre diz: "É pra colocar as bichas pra fora!"

Baterista: É só pegar nas baquetas que começa o show dele.

Técnico de informática: Só entra em ação quando o computador dá pau.

Instrutor de Auto-Escola: Ensina várias vezes como se dá uma ré com jeitinho.

Sorveteiro: Ganha dinheiro quando os clientes lambem suas bolas.

Professor de Capoeira: Um esporte, luta, ginga, dança, samba no pé… ui. Desconfie sempre quando avistar um bando de homens sem camisas louquinhos para entrar na roda.

Designer: Acha que é artista mas vive se fodendo para deixar alguém satisfeito.

Editor de livros: Além de esquisitão, tem problemas com impotência. Não é à toa que vive de brochuras.

Pescador: Vive olhando para sua vara, aliás, dos seus colegas para ver quem tem a vara maior.

Ourives: A nobre profissão do fazedor de jóias exige que se coloque o tempo todo dedo no anel dos clientes.

Granjeiro: O sucesso do seu negócio é ver o crescimento do pinto.

Locutor de Rodeio: É só ver o jegue entrar na arena que entra em delírio com a boca no microfone.

Acrobata de Circo: Segura no pauzinho para sobreviver. Não vê a hora de entrar gostoso no picadeiro.

Professor: Vive de costas pra turma, com a mão na caneta e é louco pela prova oral…

Granjeiro: O sucesso do seu negócio é ver o crescimento do pinto.

Cobrador de ônibus: As pessoas passam na sua catraca o dia todo.

Padeiro: Volta e meia ele queima a rosca.



Postar um comentário

Por favor ... deixe seu comentário.