18 de outubro de 2010

Marcas profundas




Uma vez havia um garoto que tinha um temperamento muito difícil.
O pai desse garoto lhe deu um saco c/ pregos e disse que, toda vez que ele perdesse sua paciência, ele deveria martelar um prego atrás da cerca.
No primeiro dia o garoto enfiou 37 pregos na cerca.
Em algumas semanas, conforme ia aprendendo a controlar seu temperamento, o número de pregos martelados por dia foi reduzindo gradativamente.
Ele descobriu que era mais fácil controlar seu temperamento do que martelar todos aqueles pregos na cerca... Finalmente, chegou o dia em que o garoto não perdeu a paciência. Então, ele contou ao seu pai e este sugeriu que ele retirasse um prego por dia cada vez que ele conseguisse controlar sua irritação. Finalmente chegou o dia em que o garoto havia retirado todos os pregos da cerca. Então, seu pai segurou sua mão e levou-o até a cerca e disse:
"Você foi muito bem meu filho, mas olhe os buracos na cerca. A cerca jamais será a mesma."
Quando você diz coisas com raiva, tais coisas deixam cicatrizes exatamente como estas. Você pode enfiar uma faca em um homem e retirar. Não vai importar quantas vezes você peça desculpa, o buraco vai estar lá do mesmo jeito.
Um ferimento verbal é tão ruim quanto um físico.




Autor desconhecido



3 comentários:

  1. Engraçado que hoje em dia, principalmente na mídia, nos é ensinado que devemos usar pregos cada vez mais potentes... e dar marteladas cada vez mais fortes a tal ponto, que se puder, a cerca pode até mesmo vir a cair...

    Só que muita gente nao sabe é que mais cedo ou mais tarde, ela cairá em cima deles mesmos.

    Abçs!!

    http://blogpontotres.blogspot.com/
    Antes e Depois - Os atores de Castelo Ra-Tim-Bum

    ResponderExcluir
  2. Meu pai sempre disse "que não adianta chorar o leite derramado", realmente o melhor mesmo é se conter nos atos.
    Excelente post,
    abraços,

    ResponderExcluir
  3. Só posso dizer uma coisa: o garoto tinha o temperamento difícil, mas era obediente! :)

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.