1 de setembro de 2010

Parabéns Corinthians, sua existência basta!


O clube mais popular do Brasil completa 100 anos de vitórias, derrotas, títulos, vexames, alegrias, tristezas, mas, acima de tudo, 100 anos de muita paixão.

O maior patrimônio, o maior orgulho do corinthiano é e sempre será o próprio Corinthians. Não há e nunca haverá uma conquista, um jogador, um ícone, um ídolo, que superará a importância desta instituição verdadeiramente brasileira, a República Popular Corinthiana.

Seria hipócrita se dissesse que vitórias e conquistas não importam ao corinthiano. Todavia, não tenho dúvidas em dizer que sua existência basta à imensa paixão que arrebata a fiel torcida, este imenso bando de loucos, loucos por ti Corinthians.

Sem mais delongas, transcrevo abaixo o magnífico texto do crítico de cinema José Geraldo Couto, publicado na Folha de São Paulo.

Elogio da loucura

DIZ O TANGO que "é um sopro a vida, vinte anos não é nada". Mas cem anos já é alguma coisa. Quarta-feira vai fazer um século que um grupo de operários fundou no Bom Retiro um clube popular de um esporte que até então era de elite, o futebol.

Foi o primeiro bando de loucos de uma história repleta de paroxismos. O Corinthians surgia já como uma anomalia, uma impossibilidade, uma perturbação para a liga grã-fina que regia o esporte.

Nascia sob o signo do excesso, da inconveniência, do "fora do lugar". Era o peão de obra invadindo a sala de banquetes, o farofeiro ocupando a praia particular. Nos cem anos seguintes, sucessivas gerações renovaram com gestos, palavras e obras essa paixão um tanto insana, essa vontade de ir além dos limites impostos pelas convenções esportivas, pelas regras sociais, pelas leis do bom gosto. Abusado, explosivo, o Corinthians transborda, como as lavas de um vulcão.

O alvinegro ou é amado ou odiado. Não há meio- -termo. O distintivo do Corinthians, por si só, provoca reações fortes, para o bem ou para o mal. Ninguém fica indiferente a ele.

Não foi à toa que, na época da luta contra a ditadura, muitos combatentes da liberdade, de dom Paulo Evaristo Arns a Osmar Santos, passando pelo craque Sócrates, viram no Corinthians uma força de transformação social, pela identificação do clube com o povo mais sofrido e por seu impulso de mudança.

Talvez porque a história desse povo seja um acúmulo de sacrifícios raramente recompensados. Na trajetória do Corinthians, mais do que as numerosas glórias, o que se mitifica são sobretudo os martírios, as demonstrações de entrega incondicional. Os 22 anos sem títulos, por exemplo, só fizeram aumentar a legião corintiana e revigorar o seu amor.

Mais do que os feitos dentro de campo, são as ações da Fiel que ficam gravadas. Quando se fala da semifinal do Brasileiro de 1976, importa menos o resultado a vitória nos pênaltis sobre o Fluminense do que a assombrosa "invasão corintiana", o deslocamento de 70 mil alvinegros que ocuparam o Maracanã como um exército invasor.

Ser corintiano é não se acomodar a uma vida confortável de vitórias. O sofrimento faz parte da sua constituição. Como nenhum outro torcedor, o corintiano, mesmo que não saiba ou admita, valoriza a derrota incomparável, o "gosto humilde da tristeza" de que falava Bandeira, o "hábito de sofrer" que tanto divertia Drummond.

Bando de loucos, enfim.

 
 
 
Por : Pedro Rossi

5 comentários:

  1. Que texto cara...
    Simplesmente Corinthians é, acima de tudo um amor incondicional e só quem nasceu com o sangue alvinegro sabe o que é isso...
    Felizes destes, que choram com as derrotas e vibram com as vitórias do glorioso Sport Clube Corinthians Paulista!

    Estes 100 anos, são apenas o começo!
    Salve Fiel

    ResponderExcluir
  2. Eu só tenho uma pergunta ?
    Vc é preconceituoso rs ?
    Já me avisa...ou nem me abanco por aqui hahaha !!!!!!
    Beijo com medo rs

    ResponderExcluir
  3. Apesar de não ser corintiana,parabenizo ao centenário do Timão,naquilo que é seu maior tesouro: A 'louca' torcida apaixonada!
    Abs!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Realmente o Corinthians saiu na frente dos outros clubes que, até antes dele completaram 100 anos, festejando e dando a devida importância a data!
    Abçs!
    Rike.
    P.s.: amanhã (02/09) sairá um post pedindo assinaturas prum louco abaixo-assinado, se interessares...

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Quero parabenizar a todos os torcedores por esse dia de mais um ano de vida do Corinthians! Não é qualquer um que chega ao centenário!
    Que tenha muito mais anos de vida e de vitória.
    Visitem meu blog: http://coisadafeinha.blogspot.com/
    bjinhus

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.