7 de junho de 2010

Terroristas de 5º categoria


Comentar o ataque israelense à frota que levava ajuda humanitária à Faixa de Gaza é repisar o óbvio ou, como diz o ditado popular, chover no molhado. Tudo de mais relevante e condenável já foi dito e repisado nestes dias.
Entretanto, gostaria de comentar duas situações interessantes que me saltaram os olhos, mas que me parecem não terem sido tão exploradas.
Em primeiro lugar, me chamou atenção um rápido vídeo divulgado pelos israelenses que mostra imagens da ação de seus militares. Este vídeo, por mais paradoxal que possa parecer, já que divulgado pelos próprios israelenses, demonstra a falácia da tese de Tel Aviv na qual os integrantes das embarcações não estavam em missão de paz e seriam, na verdade, terroristas que atacaram os militares das Forças de Defesa de Israel (FDI) quando estes abordaram a embarcação.
No vídeo, é possível ver integrantes da missão humanitária se defendendo com utensílios tais como cadeiras, vassouras e, dentre os mais perigosos, algo parecido com facas ou canivetes de militares israelenses que estavam fartamante armados. Ora, utensílios bastante rudimentares para um grupo que pretenda praticar ações terroristas, não é?! Pelo que me consta, grupos terroristas de verdade, em pleno século XXI, possuem armamentos minimamente mais robustos.
Em segundo lugar, um fato que demonstra, ao mesmo tempo, os benefícios e os malefícios do frenético progresso tecnológico. Se por um lado a tecnologia propicia um poderio militar intimidador e morticida a alguns países, por outro torna quase impossível o silêncio dos fatos.
Isto porque, segundo a cineasta brasileira Iara Lee, presente em um dos navios atacados pelos israelenses, todas as máquinas fotográficas, vídeos e celulares foram confiscados por Israel. Porém, graças à tecnologia, Lee contou que foi possível furar a inspeção israelense costurando três mini cartões de memória na cueca de um de seus cinegrafistas.
Aliás, algumas destas imagens já estão na internet:

Através delas, é possível perceber que se os integrantes da missão interceptada por Israel forem de fato terroristas, são uns terroristas bem chinfrim, inexperientes, amadores, enfim, terroristas de 5º categoria.





Por : Pedro Rossi

8 comentários:

  1. é muito triste vê nosso planeta todo coberto de fatos e acontecimentos triste

    malditas religiões que só dividem os homens

    ResponderExcluir
  2. Pedro, seu blog está cada vez melhor.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  3. Incrível como se pode ver tamanho desprezo com a vida em geral... E o terrorismo citado no caso, só demonstra como cada vez mais o alvo, a segurança, o respeito mínimo não mais importa.
    Absurdo!

    ResponderExcluir
  4. acredito que infelizmente esse é um problema longe de ter um final. esse conflito entre palestinos e israelenses é histórico e nenhum dos lados irá ceder. qto a ação promovida por Israel é condenável, porém acredito que é uma forma de protegerem a sua nação de possíveis terrorista. quero deixar claro que repudio toda violência, ainda mais nesse caso que fica claro não haver terrorista. porém no fatidico 11 de setembro, nos avioes americanos, passageiros acima de qualquer suspeita promoveram o maior ataque terrorista do mundo. é um tema polêmico mas que é importante ser discutido.
    ótimo post.
    abraços.
    fabiano

    http://blog-do-faibis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Você pode enganar a poucos durante muito tempo.
    Você pode enganar a muitos durtante pouco tempo.
    Mas não pode enganar a todos durante todo o tempo.
    Israel tem sido mais terrorista do que os terroristas que combate. Infelizmente.
    Uma semana de paz pra vc.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. mas esse negócio de esconder coisa nas roupas intimas é uma moda mesmo...
    pelo menos dessa vez foi por um motivo nobre =)

    ResponderExcluir
  7. Eles (os pacifistas) deveriam ter ido na fronteira de Gaza com o Egito, que tambem mantem bloqueio a Gaza enquanto o Hamas estiver no poder, e que tb eh um pais islamico. Aqui na Holanda o assunto nao repercurtiu justamente por isso. Provocar Israel era prioridade. Ainda mais que o governo turco sonha em reviver o imperio otomano.
    Sem duvida alguma foi um jogo politico que resultou na morte de pessoas. Triste isso.

    Jaboticaba

    ResponderExcluir
  8. Eles (os pacifistas) deveriam ter ido na fronteira de Gaza com o Egito, que tambem mantem bloqueio a Gaza enquanto o Hamas estiver no poder, e que tb eh um pais islamico. Aqui na Holanda o assunto nao repercurtiu justamente por isso. Provocar Israel era prioridade. Ainda mais que o governo turco sonha em reviver o imperio otomano.
    Sem duvida alguma foi um jogo politico que resultou na morte de pessoas. Triste isso.

    Jaboticaba

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.