26 de maio de 2010

A vida nos prega peças interessantes.


Quando achamos que tudo está indo bem acontece alguma coisa para dar uma balançada ou talvez para testar se realmente estava tudo bem mesmo.

O conformismo e a rotina nos tranqüilizam e dão uma sensação de que tudo está bem, mas, será?
Se coincidências não existem e se o destino está escrito por que fugir dos sinais que aparecem na nossa frente mostrando um novo caminho para a felicidade? Para uma vida nova com milhões de possibilidades, novos conhecimentos, novas tentativas, novos erros e acertos? Por que fugir?

Será que talvez seja o medo do desconhecido? De não saber o que vai encontrar do outro lado da porta?
Só tem uma maneira de saber, abrindo a porta e para abrir é necessário ter certeza, ter coragem, pois a porta pode estar trancada se a dúvida prevalecer.

Abrindo a porta, um mundo novo surge a sua frente, com possibilidades nunca imaginadas. Neste mundo tudo pode acontecer para que a sua vida seja mais feliz, vai depender apenas de VOCÊ pois, é você que cria e destrói.
Um novo capítulo na sua história começa a ser escrito a partir do momento que sua mão toca na maçaneta para abrir a porta.

Pode parecer que vários sinais são enviados para nos alertar, mas, na verdade são poucos e às vezes não notamos e não notamos justamente pela comodidade, se está tudo bem pra que vou mexer? Pra que começar um novo capítulo quando já sabemos o final do livro?
A resposta é simples, se um sinal te fisgou, se uma das peças da vida te pegou, é por que estava na hora de uma mudança. Pode até ser que você não queira aceitar, mas, a hora chegou e não adianta lutar contra, outras evidencias aparecerão para confirmar os primeiros sinais.

Se a porta não for aberta, os pensamentos começam a ficar confusos e o mundo começa a girar mais rápido. Vai ser um eterno conflito interno, aquela voz na cabeça perguntando se você fez a coisa certa, perguntando por que não aproveitou talvez a única chance de alcançar a felicidade total, um estágio emocional nunca antes experimentado?
Provavelmente você não terá respostas e o conflito só vai crescer até que você resolva investir na abertura da uma nova porta.

A vida nos prega peças interessantes e só agora eu percebi. Minha sorte é que nunca é tarde demais e a porta que eu não tinha percebido meses atrás ficou muito clara pra mim agora.

Vou abrir.
Por : Erich

7 comentários:

  1. A vida também me pregou uma peça nos últimos tempos,coisa na qual eu mesma busquei.
    Diante do erro,estou abrindo a porta da 'esperança'.Literalmente...rs.
    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei meio confuso, mas acredito que seja apenas um devaneio psicodélico, coisa de momento.
    Bem passamos por lutas e quedas, mas em contrapartida temos que ter a ousadia de levantar de novo e seguir em frente, a maçaneta pode até estar enferrujada, cabe a nós colocar óleo necessário para que possamos ter uma visão do outro lado da porta.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Caro colega, as vezes as coisas não são como a gente quer e mesmo assim a vida traz chances e oportunidades únicas, que quando desperdiçadas machucam e deixam marcas.E para terminar vou deixar uma frase na qual desconheço o autor mas é muito interessante:"A Porta do sucesso já esta aberta... agora basta você entrar e fazer História"...
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se ! Mas, também, tem um preço... São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta. A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno. A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas. Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida... Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!
    Içami Tiba

    Abraços forte

    ResponderExcluir
  5. Acho natural que fiquemos confusos quando nos vemos diante de uma "encruzilhada". Dúvidas e receios serão sempre naturais frente às "novidades". A meu ver devemos ter um pouco de ousadia e pagar para ver, desde que existam indícios reais de possíveis sucessos. Arriscar totalmente no escuro não é coragem, é burrice. A meu ver.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. TÁ CONVIDADO:

    http://novaquahog.blogspot.com/2010/05/os-caloteiros-ja-eram.html

    ResponderExcluir
  7. Olá Amigo...
    Que post interessante...
    Eu estou passando por um momento assim em minha VIDA...
    Sinto que meu lugar não é onde estou...
    Más estou sem coragem para Colocar A MÃO NA MAÇANETA....
    E abrir esta porta para uma nova vida...
    Obrigado pelas belas palavras de FORÇA...

    Abrçs

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.