13 de fevereiro de 2010

Sinal verde para as nozes e outras castanhas

Pequenas, essas frutinhas são essenciais nas tradicionais mesas das festas de Natal e Ano-Novo.

Além de decorar os pratos, as também chamadas “amêndoas” estão sendo progressivamente valorizadas por agregar saúde à sua alimentação. Entre as mais conhecidas e consumidas no Brasil estão: castanha-do-pará, noz, amêndoa, castanha de caju e avelã.

Como o próprio nome revela, o fruto oleaginoso possui abundância de óleo, e, apesar de ser pequeno, suas características são bastante expressivas: é saudável, nutritivo... e um tanto calórico! Porém, os especialistas garantem que o consumo moderado não só é permitido, como indicado.

NA MEDIDA CERTA

Como acontece com todos os alimentos, a recomendação é que elas não sejam ingeridas em excesso. Por outro lado, deixando-as fora do cardápio, você abre mão de grandes parceiras na busca do peso ideal.

Quando aliadas a uma dieta, as oleaginosas auxiliam no emagrecimento, já que são ricas em gorduras monoinsaturadas, responsáveis por equilibrar o nível de açúcar no sangue e ativar o metabolismo da queima de gorduras.

“O segredo está na quantidade. Comer três a quatro unidades de uma delas por dia é o suficiente para usufruir de todos os benefícios sem prejudicar o regime”, afirma a nutricionista Vivian Talarico.

Na hora de levá-las para casa, dê preferência as que vêm com a casca, pois é dessa forma que seus nutrientes são preservados. De acordo com a nutricionista Cláudia Cristina Szego, da Prime Nutrition, de São Paulo, outra dica é conservá-las na geladeira, evitando assim a oxidação.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Em geral, as frutas oleaginosas apresentam as mesmas propriedades: combatem o envelhecimento celular, previnem diversas doenças e contêm um tipo de gordura saudável, a monoinsaturada, responsável por efeitos como a diminuição do LDL (colesterol ruim) e o aumento do HDL (colesterol bom)

NOZ: ótima fonte de energia; potássio; proteína vegetal e vitamina E, que tem ação antioxidante, além de proteger contra doenças do coração. Também é rica em ácido elágico, que pode inibir o crescimento de células cancerígenas

AMÊNDOA: fonte de proteína, fibras e ferro, além de conter mais cálcio que o leite

AVELÃ: rica em potássio, proteína, vitamina E, fibras e cobre

CASTANHA DE CAJU: possui proteínas, é rica em aminoácidos essenciais, aumenta os níveis de HDL (bom colesterol)

CASTANHA-DO-PARÁ: fornece selênio, mineral antioxidante que atua no equilíbrio da tireóide e do magnésio. Contém ômega 3, gordura que previne doenças do coração

Segundo Vivian, a noz pecan é semelhante àquela que conhecemos, tanto na aparência (só tem a casca mais lisinha) quanto no sabor. “A principal diferença está no nome original: a pecan é chamada Carya illinoinesis e a noz tradicional, Juglans”, ensina.



Fonte : Site médico

3 comentários:

  1. Cara, independente dos fatores positivos, sou um apreciador destas frutas.

    ResponderExcluir
  2. Adoro essas delícias!
    Minha predileta é a castanha..humm!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.