6 de fevereiro de 2010

9 dicas para combater a anemia

DESCUBRA AS FORMAS DE PREVENÇÃO DA DOENÇA

Bateu um cansaço, uma sensação de fraqueza e um desânimo? Cuidado. Juntos, esses sintomas podem ser um sinal de anemia. O problema é causado pela diminuição do número de glóbulos vermelhos do sangue. Essas células contêm ferro e são responsáveis por levar oxigênio para todo o organismo.

Há duas formas de anemia: aguda (perda súbita de sangue) e crônica (quando o problema existe há tempos, com perdas aos poucos) e somente o hemograma poderá mostrar a situação dos glóbulos vermelhos. Pessoas de todas as idades estão sujeitas à doença, mas na infância, durante a gravidez e nos mais velhos é preciso redobrar a atenção. Por isso, livre-se desse problema no sangue.

1. O cardápio: a melhor maneira de se prevenir da anemia é comer sempre carnes, ovos e derivados de leite, além de vegetais verde-escuros, que são ricos em ferro. É falsa a lenda de que a beterraba é um santo remédio para anemia.

2. Em jejum: o ferro é mais bem absorvido em jejum, seguido por alimentos com vitamina C (laranja, agrião, pimentão, vegetais verde-escuros etc.).

3. Exame médico: para dar fim à anemia, não basta alimentar-se bem. Por isso, é preciso consultar um clínico. O médico poderá receitar remédios com ácido fólico e ferro, além da dieta. Com o exame de sangue, ele pode dizer qual suplemento de minerais e vitaminas corrigirá o problema.

4. E as crianças? Nelas, além da dieta, os sintomas são tratados com vermífugos. A presença de vermes no aparelho digestivo reduz o número de hemácias.

5. Fluxo menstrual: na mulher, a menstruação também é uma vilã. Se você menstrua mais do que o normal, a perda repentina de sangue faz diminuir seus estoques de ferro.

6. Marido no médico: no homem, a maior causa é a perda de sangue em órgãos ligados à digestão. Ele pode sofrer de gastrite, úlcera ou hemorróidas.

7. Na gravidez: o ginecologista pede o hemograma no início do pré-natal. O exame diz de quais vitaminas e compostos a gestante precisará. Um é o ácido fólico, que aumenta a produção de sangue.

8. Tipos de anemia: dependendo da gravidade da anemia, o médico pode indicar suplementos de ácido fólico, ferro, vitaminas C e B12, além de vacinas (contra hepatites A e B) ou, em casos extremos, transfusões de sangue.

9. Atenção ao idoso: neles, a anemia é mais perigosa e deve ser rastreada pelo hemograma. Ela pode ser causada por um tumor do aparelho digestivo ou por problemas na medula óssea.



Fonte : Site médico

3 comentários:

  1. Parabéns pelo assunto!
    A anemia é uma doença silenciosa que se não for tratada pode ter consequeências graves.
    Eu me indentifico,pois não produzo ferro no organismo e tenho uma anemia que não cessa,devido a isto preciso tomar ferro injetável pelo esto da vida.
    Mas bola pra frente!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo texto. Muita gente tem anemia e nem sabe disso... utilidade pública! ^^

    ResponderExcluir
  3. ô fuck! acho que to com anemia!! *corre pro médico*

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.