30 de abril de 2009

Bula do homem


Indicações:
Homem é recomendado para mulheres portadoras de SMS (Síndrome da Mulher Sozinha).
Homem é eficaz no controle do desânimo, da ansiedade, irritabilidade, mau-humor, insônia etc.

Posologia e Modo de Usar:
Homem deve ser usado três vezes por semana. Não desaparecendo os sintomas, aumente a dosagem ou procure outro.
Homem é apropriado parauso externo e interno, dependendo da necessidade.

Precauções:
Mantenha longe do alcance de amigas (vizinhas solitárias, loiras e/ou morenas sorridentes, etc).
É desaconselhável o uso, imediatamente após as refeições.

Apresentação:
Mini, Max, Super, Mega, Plus, Super Mega Max Plus e 'Oh meu Deus!!!'

Conduta na Overdose:
O uso excessivo de Homem, pode produzir dores abdominais entorses, contraturas lombares, assim como ardor na região pélvica. Recomenda-se banhos de assento, repouso e contar vantagem para a melhor amiga.

Efeitos Colaterais:
O uso inadequado de Homem, pode acarretar gravidez e acessos de ciúmes. O uso concomitante de produtos da mesma espécie pode causar enjôo e fadiga crônica.

Prazo de Validade:
O número do lote e data de fabricação, encontram-se na cédula de identidade e no cartão de crédito.

Composição:
Água, tecidos orgânicos, ferro e vitaminas do Complexo 'P'.

ATENÇÃO:
Não contém CIMANCOL.
Cuidado!!! Existem no mercado algumas marcas falsificadas, com embalagem de qualidade, mas que ao ser aberta apresenta um produto inócuo/ou prejudicial. Ou seja,produto que além de não apresentar efeito positivo pode agravar os sintomas.

Instruções para o Perfeito Funcionamento de Um Homem:
1. Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra; não se mostre muito empolgada com o produto. Se ficar muito seguro de si, o homem não funciona muito bem, vive dando defeito.
2. Guarde em lugar fresco e seguro (pois é frágil e facilmente contaminável).
3. Deixe fora do alcance de pseudo-amigas.
4. Para ligar, basta uns beijinhos no pescoço pela manhã, para desligar basta uma noite de sexo (ele dorme como uma pedra e nem dá boa noite - falta de educação é defeito de fábrica).
5. Programe-o para assinar talões de cheques sem reclamar.
6. Carregue as baterias três vezes por dia: café, almoço e jantar.

ATENÇÃO:
Homem não tem garantia de fábrica e todas as espécies são sujeitas à incontáveis defeitos (falhas de caráter, falta de personalidade, futilidade, instabilidade emocional, imaturidade, egoísmo e 'mania de vai com os outros' são algumas das falhas mais comuns). A solução é ir trocando até que se ache o modelo 'ideal'.
Recentes pesquisas, no entanto, atestam que ainda não se conseguiu inventar tal protótipo.


Elaborado pela Farmacêutica Dr. Talitha Borborema de Freitas formada na Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Enviado pelo meu moooorrrrr !!!

…leia mais

29 de abril de 2009

Minha jornada - parte 2


E finalmente cheguei em Hong Kong.
Parece uma São Paulo muito melhorada. Prédios e mais prédios, transito caótico, pedintes em toda esquina e barracas vendendo de tudo em cada canto que você conseguir olhar.

Os prédios impressionam pois são extremamente altos com 40, 50 andares e mais de 10 apartamentos minúsculos de 35 metros quadrados por andar.
Nas sacadas e janelas muita roupa pendurada e aparelhos de ar-condicionado em todo canto.

Fomos em um grande shopping e as maiores e melhores marcas de roupas e calçados estão presentes como Gucci, Channel, Armani e etc.
O problema foi comer .... ai ai ai ... na praça de alimentação foi complicado escolher, os menus todos em mandarim e com aqueles pratos montados de espuma ou porcelana, sei lá ao certo, imitando os pratos prontos, mas não arrisquei não, era tudo muito estranho.
Acabei por mandar um hambúrguer, menos risco.

Mas o problema com a comida continuou a noite quando tive um jantar com chineses. Eles é que escolhem os pratos e quando chega é tudo muito estranho e esquisito e ficam te olhando com aquele olhar de suspense para a sua primeira mordida.

Sopa com clara de ovo e peixe triturado, caldo doce frio com raspas de coco, uma trouxinha com carne de porco moído e shitake e outras esquisitices que nem perguntei para não passar mal só de olhar, fora o chá de jasmim ultra mega quente que o garçom trazia a cada gole na canequinha.
A sobremesa foi conhecida, melancia !!! Deliciosa !

Bom, vou dormir pois amanhã cedo vou enfrentar o café da manhã.

…leia mais

28 de abril de 2009

Minha jornada – Parte 1

Fiquei hospedado no hotel Madison ( www.hotel-madison.com ) em Paris apenas para passar uma noite pois meu destino final era Hong Kong, China em vôo no dia seguinte bem cedo. Tinha solicitado um hotel bem perto do aeroporto pois não queria ter que enfrentar o transito de Paris.
Cinqüenta e cinco minutos depois de sair do aeroporto em um táxi dirigido por um Chinês que mal falava Frances chegamos no hotel. Já fiquei super feliz e contente pois no caminho passei por hiltons, sheretons e Íbis dando sopa bem do lado do aeroporto e esse Madison estava bem distante, mas, pensei, “ tudo bem, Paris é uma cidade linda”.

Por 175,00 a diária fui destinado a um quarto com vista para os aparelhos de ar-condicionado, sem ajuda para subir a mala ( pesaaaaaada ) e sem café da manhã, mas continuei pensando na beleza de Paris

Para tomar banho foi hilário pois era tão apertado que aquela “cortininha” de plástico que servia de Box mais ficava grudada nas minhas costas do que segurando a água de inundar o banheiro. Neste momento Paris já não me parecia tão bela assim.

Fiquei impressionado com os preços, a “tal crise” não deve ter chegado em Paris. Restaurantes e cafés lotados, gente e mais gente andando pelas ruas principais e nos cardápios, um café saia por 3,70 euros e um chopp 9,00 euros !!!!! Paris alem de estar ficando horrível, ficou muito cara.
Mas fora isso, passei algumas horas agradáveis visitando os principais pontos turísticos de Paris, tirando várias fotos das igrejas, monumentos e prédios, que depois de 15 dias ninguém mais lembra que igreja era aquela ou de qual museu era aquele quadro com a gordinha torta.

Uma coisa ficou clara, na próxima viagem para China, ou mudo a cidade da escala ou de hotel!!!!

…leia mais

27 de abril de 2009

Viciosidade do Sistema Político Brasileiro


Leiam abaixo a coluna de Clóvis Rossi no jornal Folha de S.Paulo – Seção Opinião – 22/04/2009.

Até tu, Gabeira?

Sou um admirador de Fernando Gabeira desde muito antes de seu envolvimento com a política partidária. É um extraordinário repórter, escreve muitíssimo bem e quem, como eu, vive há 45 anos de fazer reportagens e escrever (não tão bem quanto ele), só pode admirar os mestres.
Na política, ele manteve alta a cota de admiração, pelo que diz, pelo que faz, pelas teses que levanta, pela combinação de sensatez e firmeza com que as defende.
Por tudo isso, imaginei que ao menos ele não se deixaria levar pela onda de abusos que toma conta do Congresso Nacional.
Os mais condescendentes dirão que o pecado de Gabeira (usar passagens da Câmara para parentes) é menor. Dirão também que ele admite o que chama de "erro".
De acordo, é melhor do que a absoluta e indigna cara-de-pau que vestem todos os demais pilhados em algum tipo de irregularidade, em geral bem mais gorda.
O triste no caso Gabeira é o que revela da, digamos, cultura da Casa. Os congressistas habituaram-se, primeiro, com privilégios de corte, que não fazem o menor sentido.Depois, como decorrência do anterior, habituaram-se a abusar até dos privilégios.
Já escrevi aqui que o que os mortais comuns consideramos absurdo, obsceno, cínico, revoltante, os congressistas consideram normal-e, pior, espantam-se ou se revoltam com o espanto e a revolta de massa de nós outros.
Não creio que Gabeira tenha usado indevidamente passagens para parentes por má-fé. Errou porque está inserido em uma cultura podre. É preciso estar muito alerta para não cair em erro.Agora, anuncia a renúncia à política se não conseguir derrubar alguns dos privilégios dos congressistas.
Uma colossal maioria de brasileiros já renunciou à política faz tempo. Não resolve nada, mas que dá vontade, dá.

Uma prova cabal de que o sistema político brasileiro é vicioso.
Não que seja o maior de todos os males.
Afinal, caráter e honestidade não se corrigem com leis, regras, arranjos institucionais...
Mas que a estrutura política brasileira é viciada, isto é.
A cultura podre da Casa (Congresso Nacional) se faz dos políticos malfeitores cara-de-pau e das regras e regimentos internos que a governam.
Aos políticos malfeitores cara-de-pau, a solução é o veto eleitoral.
Tão difícil quanto procurar agulha em palheiro, é verdade. Pois o veto eleitoral aos malfeitores requer o voto em um cidadão minimamente decente.
Aos defeitos e imperfeições da estrutura política brasileira, reforma política já!
Não que ela seja suficiente à moralização política. Mas, claramente, se faz necessária.


Por : Pedro Rossi

…leia mais

26 de abril de 2009

6 verdades da vida

1ª Verdade:
Ninguém consegue tocar em todos os dentes da boca com a língua!




2ª Verdade:
Todos depois de lerem a 1ª verdade, tentam tocar com a língua em todos os dentes que têm na boca ficando com cara de bobo...



3ª verdade:
Descobrem que a 1ª verdade é mentira.




4ª Verdade:
Começam a sorrir, porque concordam que fizeram papel de bobo




5ª Verdade:
Tá pensando pra quem vai enviar essas verdades.




6ª Verdade:
E continua com o sorriso de bobo na cara




Não reclama...Eu também caí nessa! kkkk

…leia mais

24 de abril de 2009

Criatividade a flor da pele

Um restaurante especializado em sushi de Paris colocou anúncio muito criativo no baú das motos que fazem o serviço de delivery:





" Nóz na fita " ????
Muito bem sacada - frase de paulista !!!




…leia mais

22 de abril de 2009

Seu nome em Russo

Quer saber como fica seu nome escrito em Russo ??
Clique no link :

SEU NOME EM RUSSO ( http://callhim.virtbox.ru/ )

Escreva apenas o seu primeiro nome, o meu nome - Erich - ficou assim : английскими

…leia mais

21 de abril de 2009

Se seu namorado não faz direito ...... Eu faço

É show a criatividade dos universitários!!! Tudo começou quando a turma de direito de uma faculdade resolveu transformar uma célebre frase em camiseta e ela virou moda no Campus.

O resto da história, está contado aí embaixo, na forma de frases.
A turma de Direito fez a seguinte frase:
"Se seu namorado não faz direito ...... Eu faço".

Em seguida, o pessoal de Medicina largou a seguinte frase:
"Ele pode até fazer direito, mas ninguém conhece seu corpo melhor que eu."

O pessoal de Administração não deixou para menos:
"Não adianta conhecer o corpo, fazer Direito se não souber Administrar o que tem."

O pessoal de Administração ficou bem na fita, quando a Turma de Agronomia apareceu com a seguinte frase:
"Uns conhecem bem, outros fazem direito, e alguns sabem administrar o que tem, mas plantar a mandioca como nós, ninguém consegue!"

Acha que terminou por aí?? Nem pensar... Dai veio o pessoal da Publicidade e largou esta:
"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar e plantar a mandioca, se depois não puder contar pra todo mundo?"

Logo veio a turma da Engenharia participar também da brincadeira:
"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, e poder contar pra todo mundo, se não tiver energia e potência para fazer varias vezes?"

Mas a frase campeã foi realmente a da Economia:
"De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, poder contar pra todo mundo, ter energia e potência para fazer várias vezes, se mulher gosta mesmo é de dinheiro???"



Enviado pelo amigo Wander Veroni
http://cafecomnoticias.blogspot.com

…leia mais

20 de abril de 2009

Crise, que mané crise !!!

A retração dos mercados mundiais nos leva a crer que a arrecadação pública também tem sofrido importante diminuição, pois se sabe que a principal fonte de receita dos governos é o recolhimento de impostos, fortemente baseados na circulação de mercadorias. Sendo assim, imaginaríamos nós, cidadãos comuns com um mínimo de discernimento, que os gastos governamentais deveriam passar por uma readequação.

Nada muito diferente de uma família ou uma empresa, como exemplos, que tenham suas receitas drasticamente diminuídas. Solução: readequação dos gastos, com provável diminuição do orçamento familiar e empresarial, respectivamente.

Vale ressaltar, de antemão, que o investimento público em atividades econômicas básicas estruturais é fundamental nestes momentos de crise. Investimento este que pode ser feito de forma direta, com injeção de recursos, ou indireta, através da renúncia fiscal, rebaixando ainda mais o quinhão arrecadado pelos governos.

E dessa forma tem agido o governo brasileiro. Desde o agravamento da crise internacional em setembro do ano passado, as desonerações de impostos definidas pelo governo brasileiro vão desfalcar os cofres públicos em R$ 12,4 bilhões neste ano, segundo levantamento da Receita Federal, fora o montante perdido em virtude do desaquecimento da economia.
Solução: readequação dos gastos, com provável diminuição do orçamento público em determinados pontos, quais sejam, aqueles relacionados ao custeio da máquina pública.
Porém, paradoxalmente, não tem se verificado tais atitudes nos gastos da União e dos Estados brasileiros, pelo contrário, os gastos têm aumentado! Fenômeno que tem se materializado como uma tendência nacional e suprapartidária.

Nos últimos dois anos, a União, sob a égide do governo Lula, aumentou seus gastos com funcionalismo em 26,2% e os Estados, como um todo, em 25,2%. Como exemplo, o Estado de São Paulo, governado pelo tucano José Serra, teve aumento de 25% nesta área orçamentária. Ao passo que no mesmo período, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) teve aumento de 10,6%.

É bem verdade que a maior parte dos últimos dois anos se deu sob uma economia vigorosa e aquecida. O que não elimina a irresponsabilidade dos números acima apresentados. Principalmente se analisarmos os orçamentos deste ano com os gastos oficiais em publicidade.
São números que revelam a preocupação inexistente dos executivos brasileiros com os efeitos da crise e, ao mesmo tempo, o já latente interesse com as eleições de 2010.

Segundo reportagem publicada na segunda-feira (13/04/2009) no jornal Folha de S. Paulo, as verbas previstas para a propaganda oficial cresceram 43,6% neste ano com relação a 2008 no Estado do governador José Serra. Em Minas, o tucano Aécio Neves aumentou em 35,7% os gastos com publicidade em 2009 ao passo que no governo federal o presidente Lula cravou um aumento de 25,8%.

Como se vê, estão todos navegando sobre marolinha, e não sob tempestade.



Por: Pedro Rossi
Leia mais sobre política da coluna Bronca do pedrão

…leia mais

19 de abril de 2009

Eita mundo bizarro !!! - parte 2

- Mãe, acho que papai passou do ponto !!



" Na Russia - Nós decidimos quem fuma "



Uma escola de paraquedismo resolveu fazer uma campanha publicitária colocando no piso de vários elevadores da cidade uma foto muito realista ... a campanha foi um sucesso e o susto das pessoas foi hilário



É a evolução no mundo animal ... só não foram aceitos no Drive-in por não estarem com os RG´s em mãos.



Cada jogada neste super tabuleiro de Damas levava 40 minutos só de manobras !




…leia mais

18 de abril de 2009

Eita mundo bizarro !!!

Precisando de cola para a prova de história ?




Criatividade e bom gosto ( ??? )

Ja pensou se esse preservativo for lançado no mercado mesmo ???



Putz ... achei o verdadeiro cabeça de ovo
Pena q não deu tempo pra fazer um omelete!!!



Não foi aprovado pelas mulheres !!!






…leia mais

17 de abril de 2009

The Voca People - Impressionante

Som puro: sem instrumentos, sem efeitos. Só a pura voz humana!
Som mais puro que esse não existe!

O Voca People é um grupo internacional que tem fenomenal desempenho vocal e combinação de sons vocais tipo Beat-box que imita sons dos tambores, trompetes, guitarras e outros instrumentos musicais e efeitos sem usar qualquer instrumento musical, realizada de uma forma humorística.

O Voca people é formado por 8 talentosos músicos-atores, sendo 3 cantoras (alt, mezzo, soprano) e 3 cantores (baixo, barítono, tenor) e 2 artistas beat box considerados os melhores do mundo.

A junção inovadora garante a apresentação de toda uma orquestra sem instrumentos musicais.

Site oficial

Veja o video :


…leia mais

16 de abril de 2009

A Língua Portuguesa agradece e nossos ouvidos também!

Mesmo que vocês saibam de todas essas formas corretas, passem-nas adiante, porque podem ser úteis para outras pessoas.

Nunca digam:
- Menas (sempre menos)
- Iorgute (iogurte)
- Mortandela (mortadela)
- Mendingo (mendigo)
- Trabisseiro (travesseiro) - essa é de doer, hein!
- Cardaço (cadarço)
- Asterístico (asterisco)
- Meia cansada (meio cansada)
- Descer para baixo ( descer só pode ser para baixo)
- Subir para cima ( Subir só pode ser para cima)
- Entrar para dentro ( Entrar só pode ser para dentro)
- Sair para fora ( Sair só pode ser para fora)

E lembrem-se:
- Contrário de mal é Bem e o contrário de Mau é Bom
- Cumprimento é uma saudação e Comprimento é unidade de medida
- Trezentas gramas (a grama pode ser de um pasto). Se você quer falar de peso, então é O grama: trezentOs gramas.
- Di menor, di maior (é simplesmente maior ou menor de idade).
- Beneficiente (beneficente - lembrem-se de Beneficência Portuguesa)
- O certo é BASCULANTE e não VASCULHANTE, aquela janela do banheiro ou da cozinha.

- Se vocês estiverem com muito calor, poderão dizer que estão "suando" (com u) e não "soando", pois quem "soa" é sino !
- A casa é GEMINADA (do latim geminare = duplicar) e não GERMINADA que vem de germinar, nascer, brotar.
- O peixe tem ESPINHA (espinha dorsal) e não ESPINHO. Plantas têm espinhos.

-"FAZ dois anos que não o vejo“ e não “FAZEM dois anos”
- "HAVIA muitas pessoas no local" e não "HAVIAM”
- "PODE HAVER problemas" e não "PODEM HAVER...."
- PROBLEMA e não POBLEMA ou POBREMA (deixe isso para o Zé Dirceu)
- O certo é HAJA VISTA (que se oferece à vista) e não HAJA VISTO.
- POR ISSO e não PORISSO (muito comum nas páginas de recado do orkut, junto com o AGENTE pode marcar algo... Se é um agente, ele pode ser secreto, aduaneiro, de viagens...)
Atenção A GENTE = NÓS

- O certo é CUSPIR e não GOSPIR.

Simples não é?

…leia mais

15 de abril de 2009

Festival da Mentira

Eu ja tinha visto festival de tudo quanto é coisa mas me surpreendi com a noticia que em Nova Bréscia terá Festival da Mentira e o melhor mentiroso poderá ganhar um carro zero quilômetro.

Dei uma olhada no site oficial do evento e li que uma variada e extensa programação será oferecida ao público do Rio Grande do Sul que visitar o 15º Festival da Mentira ( sim, está na 15º edição...quanto mentiroso no sul heim ) de Nova Bréscia, nos dias 17, 18 e 19 de abril.

Ja fico imaginando aquele monte de pescador e outros contadores de histórias mirabolantes , toscas e bizarras lutando pela premiação que segundo o site oficial será a maior da história dos festivais. O campeão do vai levar um carro 0Km, o vice-campeão uma moto 110 cc, o 3º lugar leva R$ 2.000,00, o 4º lugar, R$ 1.000,00, o 5º lugar, R$ 500,00, e do 6º ao 10º lugares será oferecida uma ajuda de custo de R$ 200,00, afinal, uma história inacreditável leva tempo e custa caro!!!!!!

Os moradores de Brescia negam que sejam mais mentirosos do que os outros gaúchos e afirmam que só mentem no festival e que no resto do tempo falam a verdade.
Deve até ser verdade (será???) pois nos 15 anos de concurso apenas um morador de Bréscia levou o primeiro lugar, mesmo tendo toda a torcida a favor !!!!




Site Oficial


http://www.valedotaquari.org.br/pagina_valores_festival_da_mentira2009.php

…leia mais

14 de abril de 2009

Voto de minerva na casa da mãe Joana.

VOTO DE MINERVA
Na Mitologia Grega, Orestes, filho de Clitemnestra, foi acusado de tê-la assassinado. No julgamento havia empate entre os jurados, cabendo à deusa Minerva, da Sabedoria, o voto decisivo. O réu foi absolvido, e Voto de Minerva é, portanto, o voto decisivo.

CASA DA MÃE JOANA
Na época do Brasil Império, mais especificamente durante a menoridade do Dom Pedro II, os homens que realmente mandavam no país costumavam se encontrar num prostíbulo do Rio de Janeiro cuja proprietária se chamava Joana. Como, fora dali, esses homens mandavam e desmandavam no país, a expressão casa da mãe Joana ficou conhecida como sinônimo de lugar em que ninguém manda.

NAS COXAS
As primeiras telhas do Brasil eram feitas de argila moldada nas coxas dos escravos. Como os escravos variavam de tamanho e porte físicos, as telhas ficavam desiguais. Daí a expressão fazendo nas coxas, ou seja, de qualquer jeito.

CONTO DO VIGÁRIO
Duas igrejas de Ouro Preto receberam, como presente, uma única imagem de determinada santa, e, para decidir qual das duas ficaria com a escultura, os vigários apelaram à decisão de um burrico. Colocaram-no entre as duas paróquias e esperaram o animalzinho caminhar até uma delas. A escolhida pelo quadrúpede ficaria com a santa. E o burrico caminhou direto para uma delas... Só que, mais tarde, descobriram que um dos vigários havia treinado o burrico, e conto do vigário passou a ser sinônimo de falcatrua e malandragem.

A VER NAVIOS
Dom Sebastião, jovem e querido rei de Portugal (sec XVI), desapareceu na batalha de Alcácer-Quibir, no Marrocos. Provavelmente morreu, mas seu corpo nunca foi encontrado. Por isso o povo português se recusava a acreditar na morte do monarca, e era comum que pessoas subirem ao Alto de Santa Catarina, em Lisboa, na esperança de ver o Rei regressando à Pátria. Como ele não regressou, o povo ficava a ver navios.

NÃO ENTENDO PATAVINAS
Os portugueses tinham enorme dificuldade em entender o que falavam os frades italianos patavinos, originários de Pádua, ou Padova. Daí que não entender patavina significa não entender nada.

DOURAR A PÍLULA
Antigamente as farmácias embrulhavam as pílulas amargas em papel dourado para melhorar o aspecto do remedinho. A expressão dourar a pílula significa melhorar a aparência de algo ruim.

SEM EIRA NEM BEIRA
Os telhados de antigamente possuíam eira e beira, detalhes que conferiam status ao dono do imóvel.
Possuir eira e beira era sinal de riqueza e de cultura.
Estar sem eira nem beira significa que a pessoa é pobre e não tem sustentáculo no raciocínio.

…leia mais

13 de abril de 2009

A importância do Congresso Nacional

Já não é de hoje que a imagem do Congresso Nacional anda arranhada. Exemplo disso ocorreu na última quinta-feira (09/04/2009), quando o editorial da Folha de S. Paulo e a coluna de Clóvis Rossi, no mesmo jornal, trataram das irregularidades e privilégios inerentes aos ocupantes das cadeiras legislativas brasileiras.

Com toda razão, diga-se, já que dia sim, dia sim - isso mesmo, todo dia, sem descanso - há alguma notícia que traz a tona ações ímprobas dos nossos parlamentares.

Ocorre que os recorrentes desmandos e abusos de poder, reiteradamente flagrados e divulgados pelos meios de comunicação, somados aos vários benefícios que deputados e senadores têm direito, podem ter efeito bastante perigoso tendo em vista que o Congresso Nacional é uma instituição basilar a qualquer república democrática. E, como tal, fundamental para o bom funcionamento da democracia.

Acerca dos abusos e irregularidades dos ocupantes deste poder, muito já se falou e se fala diariamente. Sendo assim, gostaria de ressaltar a outra ponta da freqüente indignação para com nossos congressistas, abordada pelo colunista Clóvis Rossi. Trata-se das generosas mordomias que lhes são asseguradas e, muitas vezes, abusadas! Como diz Rossi, “nossos representantes têm direito a casa, comida e roupa lavada”. Ao que ele sugere que se discuta – a sociedade, pois no que depender dos nossos representantes... - a legitimidade destes direitos.

Para tanto, é importante termos em mente que a atividade legislativa é a responsável pela criação das regras e dos princípios que norteiam nossas relações, pela explanação e o debate das diversas idéias e pensamentos da sociedade e pelo controle dos outros poderes, sobretudo do Executivo, razão pelo qual, historicamente, sua supressão é um dos primeiros atos de regimes autoritários.

Esta breve consideração acerca da Instituição Congresso Nacional é para lembrarmos a importância estrutural dela, independente dos atores que a ocupam. O que não justifica os privilégios oferecidos aos funcionários públicos indignos que a povoam, mas talvez explique a origem destas excepcionalidades. Afinal, quantos funcionários públicos têm direito a auxílio moradia, auxílio vestuário, entre muitos outros auxílios? Desnecessário responder.

De qualquer forma, tal situação, de abusos e irregularidades parlamentares somadas às extensas regalias usufruídas por seus pares, é danosa a legitimidade do Parlamento Nacional, pois faz com que haja um crescente distanciamento do povo com relação às atividades e, sobretudo, as eleições legislativas. Fatores fundamentais não só ao bom funcionamento da democracia como à alteração do “status quo”.
Por : Pedro Rossi

…leia mais

10 de abril de 2009

8 de abril de 2009

Mulher com o melhor físico do mundo




Meus queridos leitores .... para os que não forem da época ( rsrsrs ) ou não reconhecer o sujeitinho da foto, eu explico ... : Albert Einstein !!! o maior físico do mundo !!!!

…leia mais

Real uso do Post-it



…leia mais

7 de abril de 2009

Impunidade – capítulos 1273, 1274, 1275...

Na semana que passou, o maior banco da Alemanha, o Deutsche Bank, fechou um acordo com o Ministério Público paulista e devolveu aos cofres públicos brasileiros US$ 5 milhões que pertenceriam, no exterior, a Maluf. Outros US$ 22 milhões de dólares estão bloqueados no paraíso fiscal das Ilhas Jersey, na Europa, esperando uma decisão da Justiça local. Os promotores brasileiros afirmam que o dinheiro foi desviado quando Maluf foi Prefeito de São Paulo.

Mais impressionante ainda é o fato do ex-prefeito continuar negando, na maior cara de pau, que tenha contas no exterior. Não raro, também, aparece em programas de TV com um largo sorriso no rosto, certo de que nunca será punido.

Um despautério não estar na cadeia! Seu habitat natural.

Também na semana passada, o jornalista da Folha de S.Paulo e do UOL Fernando Rodrigues, revelou que o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) usou verba do Senado destinada a compra de bilhetes aéreos para fretar jatinhos particulares. Entre 2005 e 2007, o valor gasto foi de R$469 mil para que Tasso viajasse com extremo conforto.

Ao que o senador negou qualquer irregularidade já que segundo sua interpretação, o regimento do Senado não proíbe o uso da verba indenizatória e da cota de passagens para fretamento de aviões. Ocorre, porém, que o regimento também não regulamenta a prática.

Ou seja, como frisa Rodrigues, “pela ética tucana, como não está proibido, autorizado está.” Entretanto, prossegue Rodrigues, “A argumentação ética tucana é frágil.” Pois, como se sabe, ao servidor público é vedado agir à margem do que a lei lhe autoriza.

Vejam a exemplar definição do presidente da OAB federal, Cesar Britto, da diferença do direito público e do privado no que diz respeito ao que se pode ou não fazer.
“O particular pode fazer tudo o que a lei não lhe vede. O servidor público somente o que a lei lhe autoriza. O administrador público não gere a coisa como se privada fosse. Tem de servir ao público e ser controlado pelo público”.

Tasso disse ainda, em seu discurso, que "Dá vontade de ir para casa, porque isto [Senado] está ficando insuportável, insustentável. Quem me conhece, sabe que isto aqui não me dá lucro".
Quanto altruísmo! (modo ironia ativado)

Por fim, a prisão (breve) e a posterior soltura da dona da boutique de luxo Daslu, Eliana Tranchesi, nos leva a questionamentos importantes.

A mesma foi presa em 2005 quando da deflagração de investigações que indicavam crimes de contrabando, entre outros, praticados pela proprietária da boutique e outros empresários.
Ficou algumas horas presa já que se tratava apenas de investigada, depois indiciada, ré... Eis que agora, sua prisão se deu por condenação judicial. Que não só considerou Tranchesi culpada como entendeu que a mesma continuou praticando os mesmos crimes pelos quais era acusado nestes anos em que era ré.

Mesmo assim, defesas em prol de Tranchesi não faltaram. Segundo o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, a prisão da empresária foi precipitada. “A lei estabelece quando a prisão por exceção pode ser decretada antes da sentença definitiva: ordem pública, para garantir a paz e garantia da instrução processual. Nenhum desses casos está presente. De maneira que, neste e em tantos outros, nós precisamos evitar a banalização da prisão antes da sentença definitiva”, acredita o presidente da OAB-SP.”

Ao que pergunto ao “excelentíssimo doutor” (modo ironia ativado) D’Urso, especialista em direito penal:
Se o fato do cometimento continuado de crimes de contrabando e sonegação fiscal, mesmo após acusação formal, não fere a ordem pública, o que feriria?


Por : Pedro Rossi

…leia mais

6 de abril de 2009

Você não acha muito chique o Brasil emprestar dinheiro para o FMI?

É, não deixa de ser chique um país em desenvolvimento, repleto de mazelas sociais, emprestar dinheiro a um fundo mundial composto basicamente pelos países desenvolvidos.

A frase acima é do entusiasmado Lula, o primeiro presidente da nossa história a emprestar dinheiro ao Fundo Monetário Internacional (FMI), ao fim da cúpula do G20, que reúne as 20 maiores economias planetárias.

Ainda mais se imaginarmos que há pouco tempo, ainda nesta década, a relação Brasil-FMI foi diametralmente oposta. Ao invés de emprestar dinheiro ao Fundo, recorríamos a ele em busca de dinheiro.

Entretanto, as alvíssaras presidenciais encontram um importante obstáculo. Muito conhecido do presidente que, em suas próprias palavras, carregava faixas com os dizeres, “Fora FMI”. Isto porque em troca de dinheiro às economias a beira da bancarrota, o FMI impõe rígidas regras fiscais que levam os países devedores não só à inanição econômica como também, e fundamentalmente, ao subdesenvolvimento social.
Razão pela qual o mesmo Lula disse quatro dias antes da frase acima, no Chile, que “Diziam (FMI) que tínhamos de fazer ajuste fiscal, contenção de gastos... era um inferno. Aquilo era uma humilhação”

Ora presidente, se o FMI, nestes termos, não é bom para nós, não é bom para ninguém. De modo que mais importante que emprestar dinheiro ao Fundo, é usar de sua posição de credor junto a ele para alterar as regras draconianas impostas aos devedores. 100% das vezes países subdesenvolvidos com sérios problemas sociais. O que o senhor conhece muito bem.

Se, ao invés da frase acima, o presidente pergunta-se algo do tipo: Você não acha muito chique o Brasil emprestar dinheiro ao FMI e lutar para que o Fundo coopere e busque junto aos seus devedores a superação de seus flagelos sociais?
Resposta: Não acho muito chique, acho que é “chique no úrtimooo”.

Aí sim, alvíssaras ao presidente!



Por : Pedro Rossi

…leia mais

3 de abril de 2009

Fotos que merecem prêmio !












Mais imagens e fotos interessantes e criativas ?

…leia mais

2 de abril de 2009

Notícias inacreditáveis.

Lendo alguns jornais e mídias na net encontrei algumas notícias que mudaram meu modo de ver o mundo.

A cantora Lady GaGa, 23 anos, nova sensação do pop americano, atualmente promove seu disco The Fame, que está entre os 10 mais vendidos dos EUA. Em entrevista à revista New York, ela falou sobre sexo, "A nossa memória é uma coisa maravilhosa, consigo ter orgasmos só de pensar em fazer sexo".
Sobre os fãs, Lady GaGa conta que já passou por situações curiosas. "Uma vez, em um bar gay, autografei o pênis de um rapaz", ri a cantora, bissexual declarada.
GaGa recentemente foi criticada pela cantora Christina Aguilera, que afirmou tê-la visto na TV e não ter conseguido perceber se era um menino ou uma menina.


Parece inacreditável, mas pelo menos 150 escolas Municipais do Rio que ficam em regiões dominadas pelo tráfico, treinam os alunos para se proteger contra tiroteios.
Um levantamento da prefeitura identificou cento e cinquenta colégios que ficam em áreas de risco. Nessas escolas, além de estudarem matérias como português e matemática, os alunos também aprendem como conviver com a violência: criam estratégias com os professores para fugir da linha de tiro.
"O fato é que, como não se consegue enfrentar os bandidos com eficiência, as pessoas vão se adaptando ao crime, criando muros, alarmes, blindagem nos automóveis, e agora esse treinamento que mais parece de um país em estado de guerra. Isso é grave, é constrangedor. Isso é uma vergonha.", Boris Casoy.
Uma mulher precisou passar por uma cirurgia em um hospital de Belgrado, na Sérvia, após fazer sexo com uma pinha (espécie de flor do pinheiro americano).
"Ela estava sozinha, pegou uma pinha de uma árvore e, infelizmente, ficou presa. Foi necessário uma cirurgia para remover a pinha", explicou o médico Sava Bojovic.
Os médicos precisaram de duas horas para remover os pedaços da pinha."Vejo muita coisa estranha no meu dia-a-dia", comentou um dos médicos, destacando que o incidente envolvendo a pinha foi um dos curiosos com o qual já deparou.


…leia mais

1 de abril de 2009

O problema da humanidade foi finalmente resolvido.

O problema da humanidade foi finalmente resolvido.
A empresa deveria ganhar todos os prêmios existentes no mundo.

Veja o video com a apresentação do produto :


video


…leia mais