17 de fevereiro de 2009

Menina dos Olhos

Ora menina dos olhos,
Dos olhos cor de mel,
Segredas ao teu diário,
Tuas tantas histórias.

Menina do sorriso de tinta,
Que dispara beijos, frente ao espelho.
Menina pouco sabida,
Que já não lembras donde veio.

Peralta, chorona de manha,
Brotada do asfalto da cidade,
De ar inocente disfarçado,
Caminha nos teus sonhos.

Cinderela sem príncipe encantado,
Dos cabelos cor da noite.
Tempo que passa depressa,
Festejas teu aniversário.

Menina que deseja crescer,
Larga tua boneca no armário.
Pinta a cara de mulher,
Troca o pé descalço, pelo salto.

Menina, querida, perdida,
Trancaste teu quarto para sempre,
Com você do lado de dentro,
Para nunca mais se encontrar.



Por: Rafael C. Wicher

29 comentários:

  1. Parabéns ..

    Me fez lembrar uma musica, se não me engano, Luiz Gonzaga.
    De manha já está pintada, vive suspirando sonhando acordada... ela só quer só pensa em namorar .. rsrsrsrs
    Adorei mesmo..

    Bjs ..

    ResponderExcluir
  2. mto legal,
    gostei mesmo!!




    Se puder passa no meu blog:

    http://paginadacomedia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Linda poesia cara! Adorei,
    retrata as mudanças da mulher criança-adolescente....amei
    abraço!

    .................................

    http://maefuiabduzido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Bela poesia. Gostei mesmo.

    "Menina que deseja crescer,
    Larga tua boneca no armário.
    Pinta a cara de mulher,
    Troca o pé descalço, pelo salto."

    Esse foi o trecho que mais gostei.

    Um abraço.

    http://escondidin.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. bonito poema, eis um novo vinicius nascendo ? rs
    abraço

    ResponderExcluir
  6. Me fez lembra de "menina bordada" do Marcelo Camelo...
    Menina, mulher, muito simplório, muito forte...
    Mulher é sinonimo de fortaleza!

    ResponderExcluir
  7. Gostei de ver esse lado poeta do Rafael...hehehe...parabéns! Abraço

    ResponderExcluir
  8. Quem será essa menina;)!
    "...De ar inocente disfarçado."

    ResponderExcluir
  9. Menininha serelépe essa hein? Quer deixar sua infância de lado pra brincar de ser mulher...
    Adorei.. é bem a adolescência das meninas de hoje em dia!
    _____________________________________
    Visite: http://opinenoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. que graça! Lembrei dos meus 15 aninhos...

    ResponderExcluir
  11. eu quase consegui ver essa garota

    ResponderExcluir
  12. lembrei de uma amiga minha!

    vo pedir pra ela passar aki!

    ;P

    ResponderExcluir
  13. Muito legal a poesia cara

    =D

    http://ownedando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. mto bom... gostei kra!

    http://infocasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Gostei do blog, vou vim sempre.
    Abraço.

    --

    Entediado(a)?
    Acesse DandoPlay.blogspot.com
    Os melhores vídeos da Web.

    ResponderExcluir
  16. Seu blog é demais; interessante, divertido e criativo...Mereceu o selo com certeza!

    Poema muito bonito.
    Parabens.

    www.casadobesouro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. nossa que lindo,parabéns ao Rafael.

    esta parte me fez viajar:

    Cinderela sem príncipe encantado,
    Dos cabelos cor da noite.
    Tempo que passa depressa,
    Festejas teu aniversário.

    Bjkassssss

    ResponderExcluir
  18. legal..
    tu escreveu?
    achei bonito..
    legal mesmo !

    parabéns.
    abraço!

    PS:continue !

    ResponderExcluir
  19. Como diria meu Pai: "Tu é um cabra bom menino" rsrsrs,otimo pema brother

    http://leozukinho18.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Eu amei esse poema! É lindo, fantástico, parabéns mesmo Rafael!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. cara, não é à toa que teu blog tem um onte de leitores de carteirinha. para um apaixonado por poesia como eu, um poema desses é um verdadeiro presente!!
    (:
    abraço e bom resto de semana.

    ResponderExcluir
  22. Como sempre profundo e sutil... comme toujour parfait!
    bise

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.