30 de dezembro de 2008

Promessas para 2009

Todo ano são dezenas de promessas para o ano que está por chegar.

..." vou emagrecer "..." vou fazer inglês "..." vou muda de emprego " ... " VOU SER FELIZ "

A Pergunta é : Suas promessas se realizaram ?

Este ano espero que todas as promessas não realizadas entrem na sua lista de novo e que durante o ano exista muita coragem e atitude para que tudo se realize.

Nós do Blog 30 e poucos anos desejamos a todos um ótimo 2009 e que continuem acompanhando nosso blog que estará recheado de novidades.



Por : Erich

…leia mais

29 de dezembro de 2008

Reforma Política – Parte V

Neste último texto sobre a reforma política tratarei do nosso sistema eleitoral. O sistema eleitoral brasileiro, para os cargos legislativos, é o de listas abertas. Neste sistema, os cidadãos brasileiros votam em um candidato específico. Também há a possibilidade de se votar somente no partido. Porém, como tal possibilidade é pouco estimulada, em virtude de pouca informação e do estímulo ao voto no candidato, há poucos eleitores que fazem uso dela.

Voltando ao sistema de lista aberta, em que os eleitores votam em um candidato à sua escolha, é importante frisar que apesar do voto ser no candidato, o voto é computado, primeiramente, para o partido do qual o candidato é afiliado. Fato muito pouco divulgado e, dessa forma, de pouco conhecimento da esmagadora maioria do eleitorado brasileiro.

Pois bem, pertencendo o voto ao partido a que o candidato é afiliado e não diretamente a ele próprio, candidato, quem fatura as cadeiras legislativas é o partido. Somente com o conhecimento do total de cadeiras adquiridas pelo partido é que se usará os votos pessoais de cada candidato para saber a sua colocação dentre os candidatos do mesmo partido ou coalizão. Assim, se o candidato recebeu votos que lhe colocaram na 10º posição entre todos os candidatos de seu partido ou coalizão e esta amealhou 09 cadeiras no pleito, este candidato não será eleito. Se, por outro lado, seu partido ou coalizão amealhou 10 cadeiras, ele será eleito.

O fato que julgo relevante, neste cenário descrito, é que temos um sistema eleitoral que visa e estimula suas atenções aos candidatos quando, na verdade, se está votando no partido ou na coalizão pertencente a ele. E, com isso, as atenções são voltadas a personagens que muitas vezes não têm nada a ver com a proposta ou o ideal do partido a que representam. E o eleitor, por sua vez, vota em um candidato em que ele não tem a mínima idéia do partido que ele pertence, o que também é bastante prejudicial.

Some-se a isso as regras e o funcionamento interno das casas legislativas brasileiras, extremamente voltadas as decisões partidárias e de seus líderes, veremos que tal sistema eleitoral me parece um tanto irracional. Afinal se vota em um candidato, e muitas vezes na figura dele, sem se saber que o partido a que ele pertence é que estará ditando as principais iniciativas legislativas dele.
Para tanto, se discute a adoção, no Brasil, do voto em lista fechada ou do voto distrital misto, que combinaria as listas fechadas com os votos distritais.

O voto em lista fechada prioriza a opção pelo partido, já que o eleitor vota em uma relação de candidatos apresentada pela legenda. Aqui, o voto vai diretamente para a sigla sendo eleitos os candidatos de acordo com a ordem pré-fixada da lista partidária. O que vai de encontro com o funcionamento do Congresso Brasileiro, voltado às decisões dos partidos e não dos parlamentares individualmente.
Os pontos positivos do voto em lisa fechada são o fortalecimento dos partidos políticos, políticos mais comprometidos com a sigla, para que o mesmo possa conseguir um melhor lugar na lista, e campanhas eleitorais mais baratas.
Já os pontos negativos são a possibilidade de fortalecimento dos “caciques partidários” e a diminuição do vínculo entre parlamentar e eleitor.

O voto distrital, por sua vez, faz com que o eleitor vote no candidato a deputado ou vereador do seu distrito, e não do Estado ou Município. Assim, cada distrito elegeria um candidato, sendo que o vencedor seria aquele que obtiver o maior número de votos.

Como pontos positivos do sistema distrital estão um maior contato do candidato com o eleitor, o que permite uma maior fiscalização do político eleito, e a tendência a campanhas mais baratas em virtude do espaço da campanha se dar em uma região menor.

Negativamente, registra-se a dificuldade de definição geográfica dos distritos, já que muitas regiões abrigam realidades bastante distintas, e o desperdício de votos daqueles candidatos que ficaram do 2º lugar em diante. Pois os votos destes não influenciarão no resultado da eleição.

Por fim, gostaria de me posicionar favoravelmente ao voto em lista fechada. O que não me permite reconhecer as interessantes variáveis do sistema distrital misto. Mas, seguindo o que sempre disse e repeti nos quatro textos anteriores que completam esta série de artigos sobre reforma política, penso que é fundamental o debate acerca das possibilidades existentes. Somente assim se encontrará boas soluções que visem a melhora de nosso sistema político. Que como disse no primeiro texto da série, não é ruim. Somente apresenta algumas deficiências que podem e devem ser aperfeiçoadas.


Gostaria de terminar esta série de artigos sobre a reforma política agradecendo a todos os leitores do blog pela audiência e desejando um ótimo ano de 2009.

Abraços e até o ano que vem, com mais Bronca do Pedrão.



Por: Pedro Rossi

…leia mais

24 de dezembro de 2008

Meus desejos de natal.

Desejos de natal


Desejo neste natal que você ame, e amando, seja amado.a
Mas se não for, seja breve em esquecer para não guardar mágoa.

Desejo que tenha amigos, que mesmo maus e inconseqüentes, sejam corajosos e fiéis, e que pelo menos em um deles você possa confiar sem duvidar. Porque a vida é assim.

Desejo que você seja útil, mas não insubstituível.E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante, não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente.E que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você não amadureça depressa demais, não insista em rejuvenescer, e não se dedique ao desespero pois cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por fim que você sendo homem, tenha uma boa mulher, e que sendo mulher, tenha um bom homem.
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes, e quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer, não tenho mais nada a te desejar.




Por: Erich (baseado em texto de Victor Hugo)

…leia mais

23 de dezembro de 2008

Espermograma do velhinho!

Um velhinho tinha que fazer espermograma então foi à farmácia e comprou um potinho.
Chegando em casa, foi ao banheiro e tentou com a mão direita, tentou com a esquerda e até com as duas, e nada!

Então, chamou sua mulher. Ela tentou com a mão direita, tentou com a esquerda, com as duas e até com a boca e também não conseguiu.

Não vendo outra opção, ela chamou a vizinha.

Esta, querendo ajudar, mesmo bastante constrangida, tentou com a direita, com a esquerda, com as duas mãos, e muito sem graça, pediu licença e tentou com a boca, mas não obteve sucesso!
A vizinha, não se dando por vencida, chamou a filha que tinha 18 anos, era a menina mais encantadora do bairro...

E mais uma vez repetiram-se as tentativas... uma mão, outra, as duas, com a boca, mas....não conseguiu....

Ahhhhh..... o velhinho triste, cabeça baixa, voltou a farmácia e devolveu o potinho dizendo:
- Dá pro senhor me ver outro potinho, porque, lá em casa, ninguém conseguiu abrir este!!!


MENTE POLUÍDA A SUA, HEIN!?


Sinceramente... rsrsrsrsrsrsrs

…leia mais

22 de dezembro de 2008

Reforma Política – Parte IV

Dando prosseguimento ao tema, hoje falarei sobre um instituto muito pouco falado. Trata-se da cláusula de barreira aos partidos políticos.
Este dispositivo exige que um determinado partido político tenha um número mínimo do total de votos ( normalmente por volta de 5%, de acordo com a legislação do país que o adota) para a Câmara dos Deputados a fim de que o partido tenha funcionamento parlamentar em qualquer Casa Legislativa a nível Federal, Estadual ou Municipal, e tenha direito a uma distribuição maior do Fundo Partidário (99% dos recursos entre os partidos que alcançarem, e 1% entre os restantes) e do tempo da Propaganda Partidária de teor doutrinário.
Sendo assim, a cláusula de barreira, em essência, busca que um partido ou coligação partidária tenha um número mínimo de votos para manter sua existência ou representatividade no parlamento. Só por isso, já dá para se ter uma idéia da ojeriza que a classe política nutre por este instituto político. Acima de tudo os partidos menores como PAN, PMN, PV, entre muitos outros. Tanto é verdade, que a cláusula de barreira foi alvo de tímidos debates no início das discussões da reforma política e logo foi descartada.
Seus detratores ressaltam seu caráter pouco democrático e inibidor de um pluripartidarismo com correntes mais nítidas. Neste ponto, particularmente, acredito que de fato a cláusula de barreira, a princípio, possa restringir a democracia. Entretanto, penso que o cotidiano do Congresso Nacional demonstra uma realidade um tanto distinta. Isto porque os principais debates e discussões legislativas se restringem aos grandes partidos. Ou será que vemos o PAN (Partido dos Aposentados da Nação) participando ativamente dos debates previdenciários ou o PV (Partido Verde) das discussões ambientais?
Fato este que reforça, em minha opinião, os aspectos positivos deste instituto político. Afinal, seus defensores, aos quais me enquadro, alegam que a cláusula impede partidos extremistas, ou "de aluguel", de ingressarem no Congresso e fazer, dessa forma, um parlamento com partidos mais fortes e com maior governabilidade.
O que, diga-se de passagem, tem se configurado num dos principais problemas do Congresso brasileiro. Já que nosso sistema partidário é extremamente extenso. Sendo por volta de 6 a 7 partidos de grande representatividade – PT, PDT, PMDB, PSDB, PTB, DEM e PP ou PL – fora os diversos partidos pequenos, que comumente faturam algumas cadeiras no parlamento. Gerando, com isso, um razoável grau de ingovernabilidade que pode ser considerado como um dos motivos principais dos recentes escândalos de compra de votos de parlamentares.
No entanto ressalto, mais uma vez, que tais práticas ímprobas por parte dos parlamentares brasileiros não decorrem somente da estrutura do nosso sistema político. Obviamente que caráter e honestidade não são atributos daqueles que o praticam. Porém, também tenho convicção que o sistema contribui e que as mudanças necessárias para que isso não ocorra devam ser realizadas.
Motivo pelo qual entendo que institutos importantes, como a cláusula de barreira e outros que vem sendo apresentados e debatidos por mim, ao menos devam ser mais debatidos pela classe política, o que não quer dizer que venham a ser incorporados pelo nosso sistema político, ao invés de babaquices e sandices como a possibilidade de um terceiro mandato do presidente Lula.
Pois ser remunerado com dinheiro do cidadão que paga imposto para discutir propostas antidemocráticas, como a mencionada acima, é no mínimo lamentável!
Por : Pedro K. Rossi

…leia mais

21 de dezembro de 2008

Imposto da obesidade !

O Governador de Nova York, David Paterson está propondo aumentar o imposto sobre refrigerantes e sucos para entrar na guerra contra a obesidade infantil.
Pesquisas tem demonstrado que o consumo de refrigerantes é um dos principais motivos da obesidade infantil sendo que em Nova York, um em cada quatro pessoas com menos de 18 anos é obeso.
"Para sermos bem sucedidos na redução da obesidade infantil, é preciso reduzir o consumo de açúcar nas bebidas. Essa é a finalidade das nossas propostas fiscais. Estimamos que um aumento de 18% no imposto irá reduzir o consumo em cinco por cento.” Diz Paterson.
Os US$ 404 milhões que serão arrecadados a mais em 2009 devido ao aumento do imposto será direcionado para financiar programas de saúde pública, incluindo programas de prevenção da obesidade.
Ninguém pode negar a urgência de reduzir a taxa de obesidade
que provoca problemas graves de saúde como diabetes tipo 2, hipertensão arterial e colesterol elevado.
Nas últimas décadas, campanhas anti-tabaco têm conscientizado muitos americanos e a proibição do fumo tem sido cumprida.
Da mesma forma que o aumento do imposto sobre cigarro tem contribuído para reduzir o número de fumantes e de mortes relacionadas com o tabagismo, um imposto sobre bebidas altamente calóricas, pode ajudar a reduzir a obesidade.
"Para tratar a crise da obesidade, precisamos mais do que apenas uma sobretaxa no imposto sobre o refrigerante. Precisamos tirar os alimentos não saudáveis das nossas escolas. Temos que incentivar nossos filhos a se exercitar mais.”
Eu particularmente espero que esse programa funcione pois é realmente preocupante ver as crianças americanas de 10, 12 anos pesando 80 kilos.


Fonte : CNN.com

…leia mais

20 de dezembro de 2008

Alguem pode me responder por favor???

Porque é que a policia ou a vigilância sanitária não investiga o fornecedor que vende os espinafres ao Popeye?.. com aquele efeito serão mesmo espinafres?
Resp. : O espinafre poderia ter uma espécie de efeito placebo no Popeye. A força era dele mesmo, mas ele achava que deveria comer espinafre pra ficar forte.

A Pantera Cor-de-rosa era ele ou ela? Ou terá sido a primeira expressão da cultura gay?
Resp. : A Pantera Cor-de-Rosa era ele. Se era gay ou não, isso não sei.

Por que é que o Incrível Hulk, quando começa a se transformar, arrebenta toda a roupa menos as cuecas? Serão estupidamente elásticas?
Resp. : Lycra?

As tartarugas ninja usam máscara para evitar serem reconhecidas na rua????
Resp. : Aquela faixa que as TNMT usavam nos olhos poderia fazer referência a algum tipo de indumentária característica do Ninjutso. Ou simplesmente um jeito que o Mestre Splinter achou de saber quem é quem, afinal de contas sem aquilo eles seriam iguais.

Como é que simplesmente por uns óculos ninguém sabia que Clark Kent era o Super Homem?
Resp. : Cara, durante toda a minha vida me fiz essa mesma pergunta. Aliás, muitas outras pessoas também. Me lembro que uma das hipóteses que surgiu em meio aos fãs do Super era a de que ele possuiria uma espécie de poder telepático que impediria as pessoas de o reconhecerem. Sinceramente acho essa teoria ridícula, hehehe... Aliás, acho que essa é a única pergunta para a qual não consigo bolar uma resposta. Mistéééério, diria o Sérgio Chapelen....


Respostas enviadas pelo amigo Mephisto do blog Torna-te quem tu és!

…leia mais

19 de dezembro de 2008

Dissionario da lingua brasilera !!!!

ABREVIATURA - ato de se abrir um carro de policia;
ALOPATIA - dar um telefonema para a tia;
BARBICHA - boteco para Gays;
CÁLICE - ordem para ficar calado;
CAMINHÃO - estrada muito grande;
CATÁLOGO - ato de se apanhar coisas rapidamente;
COMBUSTÃO - mulher com peito grande;
DESTILADO - aquilo que não está do lado de lá;
DETERGENTE - ato de prender indivíduos suspeitos;
DETERMINA - prender uma garota;
ESFERA - animal feroz amansado;
HOMOSSEXUAL - Sabão utilizado para lavar as partes íntimas;
LEILÃO - Leila com mais de 2 metros de altura;
KARMA - expressão mineira para evitar o pânico;
LOCADORA - uma mulher maluca de nome Dora;
NOVAMENTE - diz-se de indivíduos que renovam sua maneira de pensar;
OBSCURO - 'OB' na cor preta;
QUARTZO - partze ou aposentzo de um apartamentzo;
RAZÃO - lago muito extenso porém pouco profundo;
RODAPÉ - aquele que tinha carro mas agora roda a pé;
SAARA - muulher do Jaaco;
SEXÓLOGO - sexo apressado;
SIMPATIA - concordando com a irmã da mãe;
SOSSEGA - mulher desprovida de visão;
TALENTO - característica de alguma coisa devagar;
TÍPICA - o que o mosquito te faz;
UNÇÃO - erro de concordância muito freqüente (o correto seria um é);
VATAPÁ - ordem dada por prefeito de cidade esburacada;
VIDENTE - dentista falando sobre seu trabalho;
VIÚVA - ato de ver a uva;
VOLÁTIL - sobrinho avisando onde vai.

…leia mais

Novo selo recebido

Ooooooba....o blog Picolé de Chuchu indicou o 30 e poucos anos para receber o selo Blog Show.



Agradecemos muito e aproveito para oferecer este selo a todos os blogueiros que passam por aqui e que gostam de ler o blog 30 e poucos anos.


…leia mais

18 de dezembro de 2008

Curva do suxesso durante a vida!

Curva do sucesso durante a vida....!




…leia mais

17 de dezembro de 2008

Tome uma atitude ... seja corajoso !!!

A maioria das pessoas, no corre e corre do dia a dia, trabalhando, estudando ou fazendo outra atividade sempre alegará que esta cansada, desanimada, sem energia, que estão precisando de umas férias..... Ta bom, todo mundo precisa de férias, mas, enquanto elas não vêm alguma coisa precisa ser feita, então, seus problemas acabaram: Um “montão” de dicas para voce voltar a ficar animadinho.


Seu peso – Está acima do peso? Não tem jeito, volte para o peso normal, todo excesso de peso irá consumir energia desnecessária.

Nada de bebida alcoólica antes de dormir – O álcool não deixa o seu sono entrar em REM, portanto se você adora tomar sua “birita” a noite, com certeza vai continuar se sentindo cansado.

Tiróide – Se você está sempre cansado, além da conta e do normal, talvez seja interessante fazer um exame da tiróide.

Pressão arterial – 60% dos homens têm pressão arterial elevada, verifique a sua.

Beba água – Não precisa necessariamente estar com sede, procure tomar água sempre, o corpo não pode ficar desidratado.

Refeições – Faça suas refeições de forma regular, pare com esta história que ficou sem tempo e acabou comendo qualquer “coisinha”.

Peixe – coma mais peixe, o tal de Omega 3 não é uma invenção, é real, principalmente salmão e atum, inclusive combate a depressão. Não gosta de peixe? Procure comer mais nozes, linhaça, ou algum suplemento de óleo de peixe.

Gordura trans – Fuja delas, é um veneno mesmo, batatas fritas, biscoitos, donuts, tudo para elevar o LDL (colesterol ruim), reduzindo o fluxo de sangue pelo corpo.

Café da manhã – Não “pule” esta refeição, ela é básica para o seu dia que está começando.

Se junte ao B – O corpo precisa de reposição de vitamina B, B6, B12, riboflavina, encontrada no leite, couves, brócolis, repolho, agrião, arroz, lentilha, aveia, cevada e outras.

Nozes – Amêndoas, amendoins, frutos secos, além de muita energia, tem magnésio e fibras.

Proteína – Procure incluir em suas refeições noturnas mais proteínas do que carboidratos, ou seja, nada de bater um prato de arroz e feijão ou aquela macarronada a noite...prefira um frango grelhado.

Faça o teu coração bater– Mesmo que for para dar algumas voltas no quarteirão, à atividade física oxigena as células. Corra, ande, pedale, reme...qualquer coisa que mantenha seu batimento cardíaco na zona de queima de gordura. Faça exercícios musculação, é bom, é necessário.

Música – de vez em quando é interessante ligar os seus fones no ultimo (cuidado pra não ficar surdo), ajuda a combater o estresse.

Sexo – Homens que praticam mais sexos, têm melhor saúde física e mais energia.

Uma comédia – Procure distração em um filme de comédia, uma peça de teatro, procure assistir alguma coisa que te vai fazer rir.

Atitudes positivas – Deixe de ser pessimista, passe adotar atitudes positivas, mais energia para as pessoas positivas.

Sono – Procure dormir de forma normal, sem dormir menos em um dia e querer compensar em outro.

Vida - Procure manter uma vida social. Saia da rotina, mude o seu caminho para o trabalho, reveze entre elevador e escadas, mude de shopping, de restaurante, de buteco, de turma.


Ufa! Depois de tudo isto acabei ficando cansado........
Por: Erich

…leia mais

16 de dezembro de 2008

Mais uma do Google.

Entrou no ar ontem, em fase de testes, um serviço de busca automática de trajetos para quem se desloca usando transporte público em São Paulo e Belo Horizonte, criado pelo Google, na internet.
Além das opções de caminhos a pé e de carro, que já eram oferecidas, o usuário poderá listar alternativas de rotas usando ônibus, metrô e trem (o último só em São Paulo), em combinações diversas e com estimativas de tempo de duração da viagem e do horário dos coletivos.
O serviço é fruto de parcerias entre a empresa e as gestoras dos serviços de transporte nas duas capitais. Segundo a assessoria do Google, as parcerias não envolvem dinheiro.
O serviço terá dados da SPTrans e da BHTrans, gestoras dos ônibus das duas cidades. Incluirá também informações enviadas pela EMTU (gestora dos ônibus da região metropolitana de São Paulo) -segundo a EMTU, estarão disponíveis as 13 linhas do corredor ABD (São Paulo, Diadema, São Bernardo do Campo, Santo André e Mauá).
A previsão é que as linhas de Osasco e Guarulhos (Grande SP) sejam incluídas em janeiro, e até o final de 2009 as regiões metropolitanas de Campinas (19 municípios) e Baixada Santista (nove).
Lançado ontem, o serviço foi disponibilizado inicialmente para apenas 1% dos usuários, escolhidos aleatoriamente ao acessarem o site de mapas do Google. Eles serão uma espécie de "cobaia" do serviço, que deverá atingir 100% dos usuários até a próxima semana, segundo a assessoria do Google.
" Eu to dizendo que o google vai dominar o mundo e ninguem acredita.....!!!!"

Por : Erich

…leia mais

15 de dezembro de 2008

Reforma Política – Parte III

Dando seqüência aos temas de interesse à reforma política brasileira, comentarei neste breve texto a questão da fidelidade partidária. A idéia acerca do tema diz respeito à redução da “infidelidade partidária”. Em outras palavras, significa reduzir as trocas partidárias entre parlamentares.

A questão em comento é polêmica pois as trocas partidárias têm ocorrido de forma bastante freqüente nas câmaras legislativas brasileiras. E, em decorrência disso, a distribuição das cadeiras partidárias têm sofrido importantes alterações. Com alguns partidos aumentando suas cadeiras e, por conseguinte, outros diminuindo o número de cadeiras adquiridas nas eleições.
Para se ter uma idéia, na legislatura passada, de 2003 a 2006, 197 deputados federais mudaram de partido. Isto de um total de 513 deputados federais eleitos.
Bom, mas qual problema estas trocas partidárias acarretam? Ou melhor, qual o prejuízo que isto traz tanto para o sistema político brasileiro quanto para o eleitorado?
Para o sistema político brasileiro, estas trocas são ruins pois enfraquecem os partidos políticos. Ainda mais se levarmos em conta que nosso sistema político esta baseado nos partidos, e não nos políticos em si. Explico: as negociações e barganhas políticas ocorrem quase que unanimemente entre os partidos. É o partido, através do seu líder de bancada, que defini como seu grupo, ou seja, seus parlamentares, irão votar determinada matéria.
Diante disso, é também fundamental a fidelidade partidária para que haja respeito à escolha feita pelos eleitores nas urnas. Pois, ao trocar de partido, o candidato esta se afiliando a uma outra diretriz ou ideologia política. “O candidato se elege em um campo político e vai exercer o mandato em outro campo”, explica Leonardo Avritzer, cientista político da Universidade Federal de Minas Gerais. Para ele, o principal problema gerado pelas trocas partidárias é a distorção na relação de representação entre os parlamentares e a sociedade.
Seguindo o mesmo raciocínio, o cientista político Leonardo Barreto, da Universidade de Brasília, diz que “no momento em que você é eleito pelo PFL, o eleitor entende que você deve permanecer nesse partido e que o PFL tem que ter uma representação “x”. Se você troca isso no meio do jogo, você está traindo (o eleitor) e isso gera um prejuízo muito grande para o sistema representativo.”
Contudo, vale ressaltar que a “infidelidade partidária” também traz consigo seus argumentos. Ao meu ver, insuficientes diante dos fortes argumentos favoráveis à fidelidade, mas não menos interessantes.
Diz se que a obrigação de permanecer no partido pode gerar autoritarismo dos líderes partidários. Fato que realmente me parece plausível, mas que obedece às regras internas do Congresso e, portanto, não me parece suficiente para que se justifique a “infidelidade partidária”.
Também, no mesmo sentido, se afirma que a fidelidade partidária faz com o que parlamentar possa ficar “engessado” às diretrizes partidárias. O que, na minha humilde opinião, faz parte do processo democrático brasileiro, que outorgou aos partidos a responsabilidade pela organização legislativa e a representatividade parlamentar perante a sociedade.

Independente das opiniões pessoais, o que vale, acima de tudo, é a exposição e a discussão dos argumentos a favor ou contra a fidelidade partidária. Isto porque, somente com a discussão de questões importantes do sistema político brasileiro será possível que se evolua.
Até a semana que vem, com a exposição e discussão de mais um tema referente à reforma política.

Abraço a todos.
Por : Pedro Rossi

…leia mais

14 de dezembro de 2008

Seu pé é inteligente?

Será que o seu pé direito é inteligente?
O que se segue é tão engraçado que desafia qualquer compreensão lógica.
Aposto que irá tentar pelo menos cinquenta vezes para ver se consegue contrariar o seu pé. Mas sem sucesso!!!
Experimente.

1. Então é assim: está sentado na sua cadeira junto a secretária. De seguida, levante o seu pé direito do chão. Uma vez o pé no ar, faça círculos com o mesmo, no sentido dos ponteiros de um relógio.
2. Ao mesmo tempo, desenhe com a sua mão direita o número 6 no ar. O seu pé muda de direcção!!!
3. Como já lhe tinha dito, não há nada que se possa fazer.

…leia mais

13 de dezembro de 2008

Criatividade do Carioca para faturar uns trocos!!!

Essa foi realmente de tirar o chapéu....O fato ja ocorreu a algum tempo mas só agora chegou no meu e-mail.
Em pleno carnaval de 2008, no CENTRO DA CIDADE do RIO DE JANEIRO, em frente ao Banco do Brasil na Rua Senador Dantas, um cara montou uma barraca sobre um ralo (bueiro) e ganhou uns trocados por sua criatividade...



…leia mais

12 de dezembro de 2008

Madonna chega apavorando nas exigências!!!

Será que isso é coisa da cabeça atrapalhada da Madonna ou são os assessores que criam as exigências mais bizarras possíveis ???

A lista de exigências de Madonna para a sua estadia no Brasil com os seus três filhos, Lourdes Maria, Rocco e David Banda, é bem grandinha:

- Apenas 13 pessoas, todas de sua equipe, podem falar com a musa;

- Todas as paredes do hotel em que vai ficar hospedada devem ser pintadas de branco;

- Colocação de novos assentos de privada no hotel;

- Os camarins, tanto o da musa quanto o de seus três filhos, serão decorados por uma equipe que veio com ela;

- A comida será preparada por uma empresa chamada Eat Your Hearts Out;

- 10 mil latas de energéticos para a equipe de produção;

e

- Para se locomover em São Paulo, a popstar exigiu um Audi A8 para ela e um Audi Q7 para seus filhos, ambos blindados. E mais cinco Audi A6 para os seguranças.


Me fala uma coisa....10 mil latas de energético??? A mulher escova o dente com isso???

…leia mais

Fotos premiadas.

















…leia mais

11 de dezembro de 2008

“No Brasil, advogados geniais são aqueles que conhecem juízes tortos”

Advogado é uma “raça” arrogante e prepotente....Não todos, claro, mas uma parcela considerável que se acha acima de tudo, inclusive da lei.

O “excelentíssimo” advogado de Daniel Dantas deu esta nojenta declaração após seu cliente ser condenado criminalmente em primeira instância:

"A sentença é delirante. O juiz aplaudiu a si próprio. A pena é despropositada. Nem estupradores têm uma pena tão grande"
NÉLIO MACHADO - advogado do banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity, condenado a dez anos de prisão em regime fechado e ao pagamento de R$ 13,42 milhões de multa e reparação, para a Folha de São Paulo.

A OAB deveria tomar providências!!!
Mas nada fará!

Nem comentarei a comparação esdrúxula feita pelo desprezível advogado.
Agora dizer que a sentença é delirante...
Delirante é este cidadão continuar sendo advogado!

Some-se a isso, a prisão do PRESIDENTE do Tribunal de Justiça do Espírito Santo e mais alguns companheiros pela Polícia Federal na operação Naufrágio.
Os “excelentíssimos digníssimos doutores” são acusados de pertencerem a uma quadrilha de venda de sentenças judiciais.
QUE ABSURDO!!!!!

Afinal, como bem diz Josias de Souza em seu blog, “o problema brasileiro já não é mais corrupção, o drama passou a chamar-se promiscuidade”.
Continua ele: “Generalizando-se a corrupção, que ao menos se restabeleça a justiça.”
Completo: Pois se não, não estamos diante de um Estado Democrático de Direito.

Por fim, mais uma vez Josias de Souza retrata a deprimente, e perigosa, situação do sistema judiciário brasileiro.

“No Brasil, bons advogados são aqueles que conhecem a jurisprudência.
Advogados ótimos são aqueles que conhecem os juízes certos.
E advogados geniais são aqueles que conhecem os juízes tortos.”

Obs: sou formado em Direito, pela PUC-SP.
Por Pedro Rossi

…leia mais

Origem de alguns ditados populares - parte II

RASGAR SEDA: A expressão que é utilizada quando alguém elogia grandemente outra pessoa,surgiu através da peça de teatro do teatrólogo Luís Carlos Martins Pena. Napeça, um vendedor de tecidos usa o pretexto de sua profissão para cortejaruma moça e começa a elogiar exageradamente sua beleza, até que a moçapercebe a intenção do rapaz e diz: "Não rasgue a seda, que se esfiapa."

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER: Em 1647, em Nimes, na França, na universidade local, o doutor Vicent de Paul D`Argenrt fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel. Foi um sucesso da medicina da época, menos para Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imagina era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou para a história como o cego que não quis ver.

ANDA À TOA: Toa é a corda com que uma embarcação reboca a outra. Um navio que está à toa é o que não tem leme nem rumo, indo para onde o navio que o rebocadeterminar.

QUEM NÃO TEM CÃO CAÇA COM GATO: Na verdade, a expressão, com o passar dos anos, se adulterou. Inicialmentese dizia quem não tem cão caça como gato, ou seja, se Esgueirando,astutamente, traiçoeiramente, como fazem os gatos.

DA PÁ VIRADA: Mas a origem da palavra é em relação ao instrumento, a pá. Quando a pá estávirada para baixo, voltada para o solo, está inútil, abandonadadecorrentemente pelo homem vagabundo, irresponsável, parasita.

NHENHENHÉM: Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil,eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portuguesesficavam a dizer "nhen-nhen-nhen".

VAI TOMAR BANHO: Em "Casa Grande & Senzala", Gilberto Freyre analisa os hábitos de higienedos índios versus os do colonizador português. Depois das Cruzadas, comocorolário dos contatos comerciais, o europeu se contagiou de sífilis e deoutras doenças transmissíveis e desenvolveu medo ao banho e horror à nudez,o que muito agradou à Igreja. Ora, o índio não conhecia a sífilis e selavava da cabeça aos pés nos banhos de rio, além de usar folhas de árvorepara limpar os bebês e lavar no rio as redes nas quais dormiam. Ora, ocheiro exalado pelo corpo dos portugueses, abafado em roupas que não eramtrocadas com freqüência e raramente lavadas, aliado à falta de banho,causava repugnância aos índios. Então os índios, quando estavam fartos dereceber ordens dos portugueses, mandavam que fossem "tomar banho".

ELES QUE SÃO BRANCOS QUE SE ENTENDAM: Esta foi das primeiras punições impostas aos racistas, ainda no séculoXVIII. Um mulato, capitão de regimento, teve uma discussão com um de seuscomandados e queixou-se a seu superior, um oficial português. O capitãoreivindicava a punição do soldado que o desrespeitara. Como resposta, ouviudo português a seguinte frase: "Vocês que são pardos, que se entendam". Ooficial ficou indignado e recorreu à instância superior, na pessoa de domLuís de Vasconcelos (1742-1807), 12° vice-rei do Brasil. Ao tomarconhecimento dos fatos, dom Luís mandou prender o oficial português queestranhou a atitude do vice-rei. Mas, dom Luís se explicou: Nós somosbrancos, cá nos entendemos.

A DAR COM O PAU: O substantivo "pau" figura em várias expressões brasileiras. Esta expressãoteve origem nos navios negreiros. Os negros capturados preferiam morrerdurante a travessia e, para isso, deixavam de comer. Então, criou-se o "paude comer" que era atravessado na boca dos escravos e os marinheiros jogavamsapa e angu para o estômago dos infelizes, a dar com o pau. O povoincorporou a expressão.

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA: Um de seus primeiros registros literário foi feito pelo escritor latinoOvídio (43 a.C.-18 d.C), autor de célebres livros como A arte de amar eMetamorfoses, que foi exilado sem que soubesse o motivo. Escreveu o poeta:"A água mole cava a pedra dura". É tradição das culturas dos países em quea escrita não é muito difundida formar rimas nesse tipo de frase para quesua memorização seja facilitada. Foi o que fizeram com o provérbio portugueses e brasileiros


Recebido por e-mail
Por : Erich

…leia mais

10 de dezembro de 2008

Origem de alguns ditados populares - parte I

JURAR DE PÉS JUNTOS:- Mãe, eu juro de pés juntos que não fui eu.A expressão surgiu através das torturas executadas pela Santa Inquisição, as quais o acusado de heresias tinha as mãos e os pés amarrados (juntos) e era torturado para dizer nada além da verdade. Até hoje o termo é usado para expressar a veracidade de algo que uma pessoa diz.

MOTORISTA BARBEIRO:- Nossa, que cara mais barbeiro!No século XIX, os barbeiros faziam não somente os serviços de corte decabelo e barba, mas também, tiravam dentes, cortavam calos, etc, e por nãoserem profissionais, seus serviços mal feitos geravam marcas. A partir daí,desde o século XV, todo serviço mal feito era atribuído ao barbeiro, pelaexpressão "coisa de barbeiro". Esse termo veio de Portugal, contudo aassociação de "motorista barbeiro", ou seja, um mau motorista, é tipicamente brasileira.

TIRAR O CAVALO DA CHUVA:- Pode ir tirando seu cavalinho da chuva porque não vou deixar você sair hoje! No século XIX, quando uma visita iria ser breve, ela deixava o cavalo ao relento em frente à casa do anfitrião e se fosse demorar, colocava o cavalo nos fundos da casa, em um lugar protegido da chuva e do sol. Contudo, o convidado só poderia por o animal protegido da chuva se o anfitrião percebesse que a visita estava boa e dissesse: "pode tirar o cavalo da chuva". Depois disso, a expressão passou a significar a desistência de alguma coisa.

À BEÇA:- O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa. A origem dodito é atribuída às qualidades de argumentador do jurista alagoanoGumercindo Bessa, advogado dos acreanos que não queriam que o Território doAcre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.

DAR COM OS BURROS N'ÁGUA: A expressão surgiu no período do Brasil colonial, onde tropeiros queescoavam a produção de ouro, cacau e café, precisavam ir da região Sul àSudeste sobre burros e mulas. O fato era que muitas vezes esses burros,devido à falta de estradas adequadas, passavam por caminhos muito difíceis e regiões alagadas, onde os burros morriam afogados. Daí em diante o termopassou a ser usado para se referir a alguém que faz um grande esforço paraconseguir algum feito e não consegue ter sucesso naquilo.

GUARDAR A SETE CHAVES: No século XIII, os reis de Portugal adotavam um sistema de arquivamento dejóias e documentos importantes da corte através de um baú que possuía quatro fechaduras, sendo que cada chave era distribuída a um alto funcionário do reino.Portanto eram apenas quatro chaves. O número sete passou a ser utilizadodevido ao valor místico atribuído a ele, desde a época das religiõesprimitivas. A partir daí começou-se a utilizar o termo "guardar a setechaves" para designar algo muito bem guardado.

ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS: Existe uma história não comprovada, de que após trair Jesus, Judasenforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, já que havia posto o dinheiroque ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados viram que Judas estava sem as botas, saíram em busca delas e do dinheiro datraição. Nunca ninguém ficou sabendo se acharam as botas de Judas. A partirdaí surgiu à expressão, usada para designar um lugar distante, desconhecidoe inacessível.

PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA: A história mais aceitável para explicar a origem do termo é proveniente dastradições hebraicas, onde os bezerros eram sacrificados para Deus como forma de redenção de pecados.Um filho do rei Absalão tinha grande apego a uma bezerra que foisacrificada. Assim, após o animal morrer, ele ficou se lamentando e pensando na morte da bezerra. Após alguns meses o garoto morreu.

PARA INGLÊS VER: A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que oBrasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto,todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, assim, essas leis eramcriadas apenas "para inglês ver". Daí surgiu o termo.


Recebido por e-mail
Por : Erich

…leia mais

9 de dezembro de 2008

Parece Bolo ??














Muito criativo não é?
Recebido por e-mail
Por : Erich


…leia mais

8 de dezembro de 2008

Reforma Política - Parte II

Um dos temas mais importantes sobre a reforma política brasileira trata-se do financiamento público das campanhas eleitorais. Tema bastante polêmico e controverso. Afinal, em um país onde há freqüentes notícias de desvio de recursos públicos, corrupção, altas cargas tributárias... Enfim, um sem número de problemas ligados ao poder público que distanciam os cidadãos do mesmo e, conseqüentemente, fazem muitos deles torcer o nariz diante da possibilidade de ter que tirar do próprio bolso recursos para as campanhas eleitorais.

Entretanto, há questão não se resume ao simples fato do cidadão financiar campanhas eleitorais. Envolve, também, a proibição ou não das generosas, e bota generoso nisso, doações feitas a comitês eleitorais e/ou candidatos por grandes empresas e corporações. Sobretudo empreiteiras e bancos. Os primeiros em qualquer lista que se faça dos maiores doadores de campanhas eleitorais.

Pois neste ponto, ao meu ver, é que reside o problema. Já que tais práticas – vultuosas doações por parte de empresas privadas – não são gratuitas. Ou será que uma grande construtora irá doar milhões de reais a comitês políticos somente por apoiar ou simpatizar com um candidato? Imagino que não, até porque se assim fosse não haveria empresas fazendo doações a todos os principais concorrentes de um pleito presidencial, por exemplo. Fato comum, diga-se de passagem.

E porque bancos e empreiteiras estão comumente entre os maiores doadores? Simples também. Seja quem for eleito, terá de fazer obras, investimentos em infra-estrutura, lidar com o mercado financeiro, etc. E assim, a cadeia de interesses se alimenta e se reproduz. Ao longo dos governos, as empresas colaboradoras não serão esquecidas ou tratadas igualmente a uma outra que não colaborou. E, à época das campanhas eleitorais, em contrapartida, estas empresas irão “doar”, ou melhor, repartir com os políticos uma parte do “bolo público” por elas degustado. Tudo feito de forma supostamente legal. Afinal, as doações são permitidas. E empresas, não só empreiteiras ou bancos, têm o direito de participar de licitações, trabalhar pro governo... O que não se sabe ou não se vê são os acordos de cavalheiros entre os personagens citados.

Diante disso, me parece razoável a proibição de vultuosas doações. E, como contrapartida, o financiamento público. Que além de eliminar esta estreita relação entre grandes empresas e políticos - não totalmente, é bom que se diga, pois tal prática ocorre também através de outras formas - também possibilita que as disputas eleitorais se dêem de forma mais equânime entre os participantes. Posto que os repasses dos fundos públicos se darão aos partidos de forma proporcionalmente igual à sua representatividade, eliminado, assim, enormes disparidades orçamentárias entre as campanhas eleitorais. Ou seja, fazendo com que as campanhas eleitorais sejam mais democráticas.

Vale destacar, por fim, que se posto em prática o financiamento público, cada cidadão deverá contribuir com aproximadamente R$10,00 por eleição. Como há eleição a cada dois anos, seria o equivalente a R$5,00 por ano ou R$0,42 por mês.

De forma que estou convencido ser esta uma das principais questões a ser debatida pela reforma política. E que, se o tema em questão vier a ser instituído em nosso país, mais do que nuca a fiscalização deverá ser ferrenha aos fraudadores. Pois também tenho consciência, que ainda assim, haverá práticas ilegais.

Gostaria de lembrar que o debate sobre o financiamento público de campanhas eleitorais não se esgota com estas breves considerações. Apenas tentei trazer em discussão alguns dos pontos que entendo serem mais importantes sobre o tema.
Os dados acima, de R$10,00 por cidadão por eleição, são baseados em algumas pesquisas.
Semana que vem prossigo com outro tema referente à reforma política.
Abraço a todos os leitores.
Por : Pedro Rossi

…leia mais

7 de dezembro de 2008

6 de dezembro de 2008

Placas impagáveis !!!!





…leia mais

5 de dezembro de 2008

Santa Catarina suspende recebimento de doações

Segundo notícia do portal terra notícias, o governo de Santa Catarina informou que as arrecadações de alimentos e roupas foram suspensas momentaneamente porque superaram a capacidade de armazenamento disponível. Doações em dinheiro continuam sendo solicitadas
"Neste momento as centrais estão cheias e não há espaço físico para receber mais suprimentos. Em alguns pontos, caminhões enfrentam longas filas para descarregar as doações", disse o diretor da Defesa Civil, major Márcio Luiz Alves.

A partir da próxima semana, uma nova Central de Arrecadação e Distribuição, com 10 mil m², na Grande Florianópolis estará disponível para receber mais doações.
Isso é prova que a solidariedade dos brasileiros superou todas as expectativas e demonstra a dimensão do desastre.
Leia notícia completa aqui

…leia mais

Lei da atração para relacionamentos amorosos

Siga esses seis passos para que você consiga um relacionamento amoroso segundo a lei da atração:
1. Seja claro sobre o que ou quem você realmente quer. Antes que você possa criar um relacionamento perfeito para o resto de sua vida, você precisa saber o que tem nele para você. Algumas vezes as pessoas cometem erros ao definir seu parceiro ideal como estar com uma pessoa específica, ao invés de identificar a real essência do que você realmente quer. Esclareça os sentimentos fundamentais, a emoção, experiências que você deseja, e deixe o universo cuidar da parte de oferecer o seu relacionamento amoroso perfeito à você.

2. Se você estiver insatisfeito com seu relacionamento amoroso atual, então pare de reclamar sobre seu parceiro. Quando não estamos felizes com o atual relacionamento amoroso, nós frequentemente culpamos nosso parceiro sem nos darmos conta. Nós observamos somente o lado ruim, ou os erros do parceiro. Sempre que mantermos uma imagem na nossa mente sobre eles(as) como pessoa que não estamos satisfeitas com, essa situação continuará a aparecer desta forma. Dê espaço para que ele(a) possa ser aquilo que é capaz de ser, observe somente as coisas boas em que vocês passaram juntos ou visualize os momentos felizes que viveram juntos ou que poderão viver. Isso trará uma imagem positiva de seu parceiro, gerando um melhor relacionamento amoroso.

3. Seja aberto. Deixe o universo surpreender você. Frequentemente os relacionamentos amorosos que duram a vida inteira se formam em maneiras que você nunca esperasse. Conecte-se com seu guia interno (emoções, sentimentos, intuição) e respeite esse guia. Garanto que não vai lhe deixar na mão.

4. Ame à você mesmo da mesma maneira que você quer que outros te amem. O nosso mais importante relacionamento amoroso de todo nossa vida é aquele que temos conosco, raramente damos a atenção ao que realmente interessa, NÓS MESMOS. Qualquer relacionamento que temos em nossa vida como, no trabalho, com seus filhos, irmãos e etc é apenas uma reflexão de como nós tratamos a nós mesmos. Por esta razão (e também porque é bom), trate a você mesmo da forma que você quer ser tratado. Fale e faça boas coias para você próprio. Quando você é bom a você mesmo, outros também serão.

5. Ame aos outros da forma que você quer ser
amado. Para criar uma vibração forte e alinhada com o seu relacionamento amoroso desejado, Ame aos outros da forma que você quer ser amado. Incondicionalmente, sem restrições, abertamente - ofereça seu amor aos outros. É uma maneira excelente para criar o alinhamento, e advinhe - Você sente-se bem.

6. Finalmente, deixe ir tudo aquilo que não está funcionando em sua vida. Para que as coisas boas acontecam (como obter a vida amorosa que você quer), você tem que sentir-se bem. Eliminar tudo aquilo que está te deixando mal. Seja o trabalho, maus hábitos, apartamento, relacionamento amoroso - tudo aquilo que você não se sente bem tem que ser remediado. Criar um aspirador (na intenção de aspirar as coisas ruins) em sua vida, permite ao Universo a preencher com coisas melhores.
A última dica por ela mesma pode abrir a janela da oportunidade que permite uma avalanche de coisas boas vir a sua direção!

Essas dicas tem uma coisa em comum: a criação de uma vibração alinhada com o relacionamento amoroso desejado. Porque “coisa atrai coisa” o poder da Lei da Atração está no alinhamento das vibrações (seus pensamentos e emoções) com os seus desejos e resultados. Espero que alguma dessas dicas possa te ajudar a obter um melhor relacionamento amoroso.


Para saber mais clique no link abaixo Lei da atração - http://www.lei-da-atracao.info/a-lei-da-atracao-para-relacionamento-amoroso-6-dicas-para-ter-a-vida-amorosa-que-voce-deseja/


Por : Erich

…leia mais

4 de dezembro de 2008

Eu quero !!!

Eu quero um amor sem ajustes.
Que sirva direitinho, sem sobrar nem faltar espaço.
Que fique justo no corpo, com encaixe perfeito.
Que me faça sentir linda só por tê-lo.

Quero um amor delicado.
Quase infantil.
De passear de mãos dadas.
De borboletas no estômago.

Quero um amor cuidadoso.
Que pegue no colo e saiba dar colo.

Quero um amor com sorrisos de admiração, orgulho e divertimento.

Quero um amor desengonçado.
Atrapalhado.
Bobo.
Do tipo que dá vontade de apertar as bochechas.

Quero um amor com aconchego.
Que me ofereça o ombro, o abraço e dê beijos sem que eu precise pedir.

Quero um amor tagarela.
Que saiba conversar.
Que encha de elogios espontâneos.
Que diga o que sente.

Quero um amor com romance.
Não precisa ser meloso.
Mas deve ter rompantes de mimosura de tempos em tempos.

Quero um amor sincero.
Que tente resolver as coisas.
Que não fuja, ou que fuja, mas dê aviso prévio.

Quero um amor companheiro.
Que vá comigo a Paris.
Ao mercado.
E a todos os programas de índio.

Quero um amor amigo.
Que me entenda.
Me desvende.
Me desfrute.
Que aproveite a minha companhia e adore.

Quero um amor simples, honesto e digno.


Enviado por e-mail por uma pessoa que sabe que o melhor da festa é esperar por ela.

…leia mais

3 de dezembro de 2008

2 de dezembro de 2008

Os verões da minha vida

Quisera eu naquele tempo de timidez,
encontrar a sanidade indispensável.
Na Av. Amaranto, aos risos equilibrava-me no meio-fio,
seguia desregrado de encontro a todo e qualquer acaso.

Atípico era aquele dominical verão cinzento,
onde meus pés mal seguiam os próprios passos.
Tinha por hábito contar as janelas dos edifícios,
e por horas ali ficava, como quem perdera o juízo.

Como profundo conhecedor daquela região,
conhecia cada atalho, beco, viela ou buraco.
Quando noite quente, deitava sobre a morna calçada,
e por ali ficava, entregue ao céu, na madrugada.

Eu fui do tipo, que até de telhado caiu,
de ficar engessado do verão, até o outono de abril.
Eu fui do tipo, que deixou poucos arrependimentos,
e se hoje me arrependo, foi somente do que não fiz.

Até hoje, não houve dias melhores no meu calendário,
aqueles verões me ensinaram a viver.
Deixaram uma saudade que só pode ser sentida,
aqueles verões me salvaram a vida.


Rafael C. Wicher

…leia mais

1 de dezembro de 2008

Reforma Política I

O arcabouço jurídico-constitucional que dá forma às instituições políticas brasileiras é bastante recente. Data de 1988, com o advento da Constituição Federal da República Democrática brasileira após aproximadamente 20 anos de regime ditatorial. O que significa, por conseguinte, que as instituições políticas brasileiras são extremamente recentes.
Dessa forma, podemos dizer, com segurança, que as instituições políticas brasileiras são melhores do que possamos imaginar. Afinal, se é verdade que temos problemas, e eles são muitos, também é verdade que a democracia brasileira tem virtudes importantes para somente 20 anos de uma nova experiência democrática. Como exemplos, o processo de transição do governo FHC para o governo Lula, processos eleitorais modernos e rápidos – que países com experiências democráticas seculares, sem interrupção autoritária, não têm -, ainda que falíveis, e conscientização da importância do processo democrático por parte dos candidatos.
Esta introdução se deve ao fato do pensamento comum, incutido em grande parte dos cidadãos brasileiros, de que as instituições políticas brasileiras são ruins, não prestam... O que, como ressaltado acima, não é verdade. Mas que também, por outro lado, não impede que se reconheçam suas deficiências e imperfeições e, desta forma, se trabalhe para buscar corrigi-las.
Entretanto, tal grau de discernimento do que se deve aperfeiçoar só ocorre com o passar do tempo, com o uso e a análise das instituições. Prova de que a estrutura política de um país não é uma receita dada, completa e perfeita.
Em vista disso, vale indagar o porque de uma reforma política. E a resposta é simples. Dentro destes 20 anos de uma nova estrutura política, muito se passou e atingiu-se uma, digamos, maturidade acerca dos problemas do sistema. Ou seja, evoluiu-se a ponto de se conhecer as deficiências do mesmo. Deficiências que foram bastante expostas e exploradas por escândalos como o mensalão, a compra de votas de parlamentares para a aprovação da emenda constitucional da reeleição, o caso Renan Calheiros...
Casos que demonstram a desonestidade de muitos políticos brasileiros. Sem dúvida. Mas que ocorreram não só porque há políticos corruptos mas principalmente pelo fato das instituições funcionarem de forma a propiciar tais atitudes. Ou seja, porque as estruturas políticas também contribuem para que se haja assim.
Sendo assim, não há só o conhecimento dos pontos da estrutura política que devem ser aperfeiçoados como também um ambiente de acontecimentos adversos que criou um momento propício às mudanças necessárias, em que seu ápice foi o início do segundo mandato do governo Lula, em 2006.
Em vista disso, houve uma forte pressão de setores da população, com destaque para os meios de comunicação, para que se realizasse a reforma política. E a os encarregados de realiza-la, senadores e deputados federais, reagiram de forma irônica. Eu diria até descarada. Pois disseram que a classe política havia chegado a um consenso sobre a reforma política e que, com isso, a reforma sairia, mas que não havia pressa.
Passados praticamente dois anos, não só a reforma política não ocorreu como também, em vista dos debates parlamentares acerca dela, se viu que não há qualquer consenso sobre ela.
Vale ressaltar, por fim, que embora esta seja a reforma, entre todas aquelas que o país precisa, que o governo federal tem a menor responsabilidade em dar o pontapé inicial, em virtude da predominância natural do Congresso Federal em discutir e tomar a dianteira do processo, por outro lado o governo peca ao não aproveitar a conjunção de sua ampla popularidade e legitimidade com um ambiente favorável à reforma para dar uma contribuição mais contundente no sentido de que a mesma ocorra.
Na semana seguinte, discutirei alguns pontos específicos da reforma política trazendo diferentes argumentos sobre eles. Até porque, se pode se dizer que há um certo consenso sobre as deficiências de nosso sistema político, o mesmo não se pode dizer acerca das soluções destes problemas.
Por : Pedro K. Rossi

…leia mais