10 de dezembro de 2008

Origem de alguns ditados populares - parte I

JURAR DE PÉS JUNTOS:- Mãe, eu juro de pés juntos que não fui eu.A expressão surgiu através das torturas executadas pela Santa Inquisição, as quais o acusado de heresias tinha as mãos e os pés amarrados (juntos) e era torturado para dizer nada além da verdade. Até hoje o termo é usado para expressar a veracidade de algo que uma pessoa diz.

MOTORISTA BARBEIRO:- Nossa, que cara mais barbeiro!No século XIX, os barbeiros faziam não somente os serviços de corte decabelo e barba, mas também, tiravam dentes, cortavam calos, etc, e por nãoserem profissionais, seus serviços mal feitos geravam marcas. A partir daí,desde o século XV, todo serviço mal feito era atribuído ao barbeiro, pelaexpressão "coisa de barbeiro". Esse termo veio de Portugal, contudo aassociação de "motorista barbeiro", ou seja, um mau motorista, é tipicamente brasileira.

TIRAR O CAVALO DA CHUVA:- Pode ir tirando seu cavalinho da chuva porque não vou deixar você sair hoje! No século XIX, quando uma visita iria ser breve, ela deixava o cavalo ao relento em frente à casa do anfitrião e se fosse demorar, colocava o cavalo nos fundos da casa, em um lugar protegido da chuva e do sol. Contudo, o convidado só poderia por o animal protegido da chuva se o anfitrião percebesse que a visita estava boa e dissesse: "pode tirar o cavalo da chuva". Depois disso, a expressão passou a significar a desistência de alguma coisa.

À BEÇA:- O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa. A origem dodito é atribuída às qualidades de argumentador do jurista alagoanoGumercindo Bessa, advogado dos acreanos que não queriam que o Território doAcre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.

DAR COM OS BURROS N'ÁGUA: A expressão surgiu no período do Brasil colonial, onde tropeiros queescoavam a produção de ouro, cacau e café, precisavam ir da região Sul àSudeste sobre burros e mulas. O fato era que muitas vezes esses burros,devido à falta de estradas adequadas, passavam por caminhos muito difíceis e regiões alagadas, onde os burros morriam afogados. Daí em diante o termopassou a ser usado para se referir a alguém que faz um grande esforço paraconseguir algum feito e não consegue ter sucesso naquilo.

GUARDAR A SETE CHAVES: No século XIII, os reis de Portugal adotavam um sistema de arquivamento dejóias e documentos importantes da corte através de um baú que possuía quatro fechaduras, sendo que cada chave era distribuída a um alto funcionário do reino.Portanto eram apenas quatro chaves. O número sete passou a ser utilizadodevido ao valor místico atribuído a ele, desde a época das religiõesprimitivas. A partir daí começou-se a utilizar o termo "guardar a setechaves" para designar algo muito bem guardado.

ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS: Existe uma história não comprovada, de que após trair Jesus, Judasenforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, já que havia posto o dinheiroque ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados viram que Judas estava sem as botas, saíram em busca delas e do dinheiro datraição. Nunca ninguém ficou sabendo se acharam as botas de Judas. A partirdaí surgiu à expressão, usada para designar um lugar distante, desconhecidoe inacessível.

PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA: A história mais aceitável para explicar a origem do termo é proveniente dastradições hebraicas, onde os bezerros eram sacrificados para Deus como forma de redenção de pecados.Um filho do rei Absalão tinha grande apego a uma bezerra que foisacrificada. Assim, após o animal morrer, ele ficou se lamentando e pensando na morte da bezerra. Após alguns meses o garoto morreu.

PARA INGLÊS VER: A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que oBrasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto,todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, assim, essas leis eramcriadas apenas "para inglês ver". Daí surgiu o termo.


Recebido por e-mail
Por : Erich

7 comentários:

  1. Adorei este post, muito curioso !

    Beijos !

    ResponderExcluir
  2. Mto bacana. Eu normalmente crio meus próprios ditados, bordões e coloco apelido em tuuudo. A origem de cada coisa? Segreeedo. hehehe.

    Bjao

    ResponderExcluir
  3. Hahaha!
    Muito bom Erich!
    Eu já tinha recebido esse por email.
    É impressionante como essas expressões tão antigas ainda são tão presentes.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. hehehehe....não resisti e fui ler a primeira parte tb. O melhor é a morte da bezerra....rs. Coisa de louco!

    Abraço,

    =]

    -------------------
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! A história que achei melhor foi a do pior cego: me fez lembrar um episódio de House, onde uma cega teve uma córnea (ou algo assim) implantado e depois disso deixou de ser arquiteta para ser professora de matemática, pois dizia que o mundo era 'feio'. House descobriu um problema no cérebro que a fazia ser daltônica, e conseguiu curá-la, fazendo com que ela enxergasse normal, passando a achar, a partir daí, o mundo bonito. Rsrsrs vai saber se não foi inspirado nisso rsrsrs

    A historia do 'Vai tomar banho' também é interessante. E eu sempre fiquei curiosa em saber de onde vem o costume brasileiro de tomar banho todos os dias, porque parece que só nós, brasileiros, fazemos isso. Aqui na Itália se toma banho uma ou duas vezes por semana... (ARGH!). Romenos tomam menos ainda... é terrível! Então eu me coloquei a pensar: Se portugueses, italianos, alemães, franceses, e todos os outros povos tomam banho só de vez em quando... de onde surgiu o costume brasileiro de gostar de tomar banho? Agora sei que foram dos índios. Uma herança muito boa, diga-se de passagem...

    Adorei o blog... vou colocar um link no meu, espero que não se importem...

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Acrescento a expressão “botar a mão no fogo” que também dada do período inquisitório e era uma maneira de provar que alguém não tinha pecado. Se colocasse e não queimasse, estávamos diante de uma pessoa pura, sem pecados.
    Abs

    ResponderExcluir
  7. ops achei o que eu tava procurando assim que eu logar no meu blog irei acompanhar o seu!

    adoreiiiiiiii viu sempre estarei por aqui!

    bjo

    http://exoticlic.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.