1 de setembro de 2008

Petróleo e Educação, tudo a ver!

Toda segunda-feira é dia da Bronca do Pedrão


Como sabemos, a educação pública no Brasil, da pré-escola ao ensino médio, é bastante precária.
O fato é que sem educação básica (da pré-escola ao ensino médio) de qualidade, e para todos, nunca nos tornaremos um país socialmente justo.
Este é o momento mais importante da formação de uma pessoa. Se, em uma situação hipotética, eu estivesse diante da seguinte decisão: escolher pela matrícula de meu filho em um bom colégio, da pré-escola ao ensino médio, sem direito a cursar uma faculdade ou passar seus primeiros 17 anos de vida em um colégio ruim e depois ter o ingresso garantido na melhor faculdade do país, eu seguramente decidiria pela 1º opção.
Isto porque, como diz o Erich Pontoldio, a criança é como uma esponja, ou seja, absorve tudo que lhe é oferecido e com muita facilidade. E é nesta fase da vida que o indivíduo se forma como pessoa e constitui seus valores éticos e morais que irão lhe possibilitar exercer a cidadania plena futuramente.
Um bom aproveitamento de um curso superior e o sucesso profissional são conseqüências daquilo e, ressalte-se, o sucesso profissional é muito importante para qualquer pessoa. Porém, não mais importante que sua integridade moral.
Pois bem, a universalização da educação de base está bem encaminhada. Neste ponto devemos reconhecer as importantes ações do governo FHC, com o FUNDEF, e do governo Lula, com o FUNDEB, que tornou a pré-escola um dever do Estado e, conseqüentemente, um direito de todas as crianças brasileiras.
Entretanto, a baixa qualidade do ensino público básico é, com o perdão da repetição, público e notório.
Para que se possa mudar este cenário, elevando a qualidade da educação pública a níveis dignos, é necessário investimentos maciços e estáveis à educação. A princípio, o pontapé inicial foi dado com o Plano de Desenvolvimento da Educação idealizado e concretizado pelo ministro da educação Fernando Haddad. Mas o próprio ministro reconhece, em texto publicado no quadro Tendências e Debates da Folha de S. Paulo do dia 31/08/08, que ainda falta muito e que o país tem uma oportunidade única nas mãos com o potencial petroleiro que aparentemente se cristaliza com as recentes descobertas de um novo manancial de petróleo em águas ultraprofundas.
Sendo assim, urge a criação de um Fundo Soberano Nacional, como diversas nações com abundância de riquezas nacionais possuem, baseado nos royalties do petróleo e destinado à educação. A meu juízo, com predominância à educação básica.
Que este bilhete premiado, como diz o editorial da Folha de S. Paulo de 31/08/08, não seja desperdiçado por pessoas mal preparadas e seja revertido ao povo brasileiro.
Do ministro da educação, apesar do pouco contato que tive como aluno, ouso dizer que o bilhete está em boas mãos.
Já quanto ao Presidente da República, tanto podemos esperar surpresas agradáveis como desagradáveis.
Esperamos, assim, que confirme o que vem dizendo ultimamente e que continue tratando a educação com o devido respeito que merece como quando resistiu a fortes pressões internas de seu partido e manteve o ministro Haddad à frente da pasta da educação em detrimento à Marta Suplicy.
Texto enviado pelo colaborador
Pedro Kilikian Rossi

25 comentários:

  1. Gostei, é assim q tenque ser educação no pico mais alto!

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Quando tento explicar para as pessoas aqui na Europa o porque das coisas estranhas que acontecem por ai, tenho que explicar também como funciona o esquema, quem tem dinheiro não paga universidade, e as universiades gratuitas são as melhores, mas quem há quem não tem resta a escola pública e depois é tentar a sorte. Depois disso a feição dos ouvintes se transforma, parecem não entender, mas percebem que alguma coisa está errada.

    ResponderExcluir
  3. kk toda seguando o cara toma bronca xD

    legal

    ResponderExcluir
  4. taí, gostei do texto e gostei daqui...voltarei certamente...

    aliás, é fato: sem uma boa educação básica, não adianta de nada uma faculdade gratuíta...afinal, como poderão aproveitá-la sem base para tal...

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito de texto e acho muito importante essa iniciativa de comentar e debater assuntos polêmicos...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. A educação é a base pra qualquer coisa. Na escola todo cidadão deveria aprender corretamente como funciona o seu país e desenvolver raciocínio lógico para enfrentar desafios. Porém aqui, é tudo muito cuspido e poucos são aqueles que levam a coisa a sério. Por isso o país não vai pra frente, concordo. E acho que essa cartilha é mais uma coisa que vai ficar no papel e esquecida no fundo de uma gaveta depois de um tempo...

    []'s

    Musikaholic

    ResponderExcluir
  7. Acho at� inocente por parte das pessoas terem f� de que algo de bom ser� feito por nossa educa�o. Obviamente que uma massa ignorante � mais facilmetente manobravel do que uma de certa forma "culta". �bvio que com o Bolsa fam�lia estamos criando cada vez mais uma massa de ignorantes.......e o pior......de vagabundos que s�o pagos para ficarem em casa fazendo filhos.........Enquanto isso, n�s que pagamos estudo, medico etc temos que ver passivamente o dinheiro de nossos impostos sendo destinado para uma familia de vagabundos do outro lado do pa�s...... Eu sendo de S�o Paulo sou totalmente a favor da separa�o de meu estado do resto do pa�s.
    boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com o Janatas!

    Ainda tenho esperança que um dia as coisas mudem .. talvez já estamos mudando .. de pouquinho em poquinho .. as coisas vão melhorando .. antes sem poder aquisitivo poderia esquecer uma facu.. sei que mesmo nos dias de hj é dificil .. mas já melhorou um pouquinho .. srsrrs

    ResponderExcluir
  9. Bom, o texto é de uma lúcidez impressionante e vai fundo nas questões centrais e básicas. E sabemos bem que todos os problemas perpassam antes a base, mas é preciso também entender que apesar dos recentes incentivos que vem urgindo alguns bons frutos, é preciso ir além. É preciso sermos mais reais ao formamrmos estatísticas: é preciso que o poder público tenha em concretude a realidade de vários pontos desse enorme Brasil que não são revisitados ou visitados pela educação e políticas públicas de incentivo nesse sentido. É preciso atenuarmos os investimentos que são necessários e sairmos um pouco dos diálogos demagogos de que é preciso mais quando sabemos que além de preciso podemos ir mais e mais fundo nesas feridas.

    ResponderExcluir
  10. Educação eh tudo
    Adorie a comparação da esponja

    ResponderExcluir
  11. Belo texto cara...

    Bem baseado.

    Eu acredito que a estrutura da educação no brasil já afliu faz tempo e alêm de tudo, persiste viciada como um zumbi

    só não acredito que meu filho em escola particular á sofrer menos danos do que na escola pública.
    acho que ele vai sofrer OUTROS danos que não os da rede pública.

    eu sou egresso da rede particular, e hoje professor de filosofia, acho as vezes que a rede particular chega a ser pior que a pública em muitos aspectos importantes.

    bom texto cara.

    =]

    parabêns

    ResponderExcluir
  12. ótimo texto, ótimo blog :D
    Boa semana ;DDD

    http://tiomah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Cara,ótimo texto, bem abrangente...gostei muito da bronca de segunda-feira!!!sahusuasuuash

    ResponderExcluir
  14. Eu sobretudo pela lucidez do texto, e pelo reconhecimento das ações do governo FHC, que foi execrado pela geração PT... lúcido, real e pontual. Vamos ver qual vai ser a nova linha da educação, e digo: sou descrente!

    ResponderExcluir
  15. Vivo disso há 10 anos e observo alguma melhora, mas não acredito em resultados muito relevantes a curto ou médio prazo.

    abs

    ResponderExcluir
  16. Penso que assuntos polêmicos com debates 'produtivos' devam ser mais 'divulgados' na TV

    ResponderExcluir
  17. legal o texto
    temos que pensar sobre isso mesmo
    abraços
    http://blogaragem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Sempre bati nessa tecla. O país para "mudar" precisa da cultura da educação. Formando agora os pequenos que amanhã serão adultos, o país caminha para uma intelectualização da massa que passa a opinar e ter suas próprias perspectivas, vão deixar de ser marionetes e passam a querer guiar os cordões sabendo o seu devido lugar de formar a sociedade.

    ResponderExcluir
  19. Parabens pelo post...
    tbm escolheria para dar um ensino de qualidade nos primeiros anos para o meu filho...
    tambem escrevi sobre educacao no meu blog...
    Olhe o post:
    Raio-X da educacao no Brasil
    www.prolixolaconico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. O ponto é que a solução real para o problema da educação no Brasil demoraria cerca de dez (ou mais) anos para ser resolvida. E ,como o povo brasileiro gosta de soluções rápidas, quase nunca investe em algo a longo prazo, "deixando para depois", um depois que nunca chega. Espero sinceramente que, com o dinheiro arrecadado com o petróleo seja aplicado na educasão de base brasileira. Quem sabe assim deixaríamos de ter "facilitadores" de entrada para os estudantes e passaríamos a produzir alunos realmente aptos para um ensino superior, ou até mesmo para uma melhor qualidade de ensino e valorização no mercado de trabalho.

    http://clik.to/otherside

    ResponderExcluir
  21. Poxa.........atualizado muito tarde este blog.......assim não dá

    ResponderExcluir
  22. 8:35 e nada???? Desisto

    ResponderExcluir
  23. 9:00 hrs ????

    É o fim da Picada mesmo......

    ResponderExcluir
  24. Amei o texto! Parabéns!
    O investimento na educação é fundamental para o futuro de uma nação. É muito importante que dentro disso esteja também um projeto de ensino político. É essencial que seja ensinado nas escolas sobre o funcionamento do sistema político brasileiro com seus pontos positivos e negativos para que a futura geração possa interagir nessa área de maneira inteligente. Na Alemanha, por exemplo, os alunos saem das escolas sabendo avaliar criticamente a política de seu país!!!
    Está ai mais uma idéia que pode ser aproveitada.

    abs
    Antonella

    ResponderExcluir
  25. muito bom seu texto, a educação tem que ser prioridade máxima no governo.
    depois de uma olhada neste site:
    http://educacao-ja.org.br/

    tendo tempo

    http://www.segundaopcao.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.