10 de setembro de 2008

Bons tempos aqueles...

Meu pai às vezes me dizia:
- "No meu tempo se pegava gonorréia, mas era só ir ao posto médico e tomar uma injeção de Tetrex. Aquilo curava até viadagem!"
De lá pra cá, mais de trinta anos se passaram e muita coisa obviamente mudou, inclusive as doenças, as drogas e o respeito. As doenças cada vez mais incuráveis, as drogas cada vez mais sintéticas, e o respeito caindo em desuso. O mundo caminha a passos tão largos que, volta e meia tropeça em si mesmo, e o tombo é coletivo.
Confesso que chego a sentir inveja daqueles tais "Embalos de Sábado a Noite." Consegue se imaginar andando sozinho a noite, em pleno centro velho de São Paulo por volta de umas 03:30 da madrugada sem ter que se preocupar em chegar vivo em casa? Eu não! O pior é que geralmente nós, jovens, temos o habito de ridicularizar a época de nossos pais, criticando as roupas que vestiam, as musicas que escutavam e até mesmo os seus penteados. Até hoje não conheci uma só pessoa na casa dos 40 a 50 anos de idade que não sinta saudades daquele tempo, que não se recorde com carinho e brilho nos olhos ao devanear sobre os bons e velhos bailes, do ritmo a lá rei Roberto Carlos, e até mesmo das rapidinhas sem camisinha no banco de trás do carro.
É meus amigos, AIDS há 30 anos era novidade, e pensar que pra geração de hoje, nossa geração, é a mais triste realidade. Não quero aqui fazer apologia, muito menos censurar o progresso, mas convenhamos e aceitemos os fatos de que, em paralelo a tantos progressos também obtivemos muitos regressos, em sua maioria, referentes à moral e aos bons costumes que, deles muito pouco se vê hoje em dia.
Se preciso fosse definir o mundo de hoje numa só palavra, acho seria algo como "Desordenado", e é por isso que eu digo e repito:
- Bons tempos aqueles...
Texto enviado pelo colaborador
Rafael C. Wicher

44 comentários:

  1. Pois é meu amigo Rafael........ Chega a bater um desânimoooooo

    ResponderExcluir
  2. Pior que é verdade... antes era tudo mais "inocente", não havia os horrores que tem hoje... sabe, nao vive a 30 anos atras, mais sinto saudades de um passado distante de uns 20 anos atras... na minha época já era mais tranquilo... lógico que já existia o perigo, drogas, prostituiçao e tudo mais... mais sei lá a cabeça era diferente, nossos conceitos eram diferentes... hoje, as pessoas mudaram demais suas opinioes a respeito de tantas coisas... principios totalmente deturpados! Só peço a Deus que as pessoas pessoas voltem-se à Ele... que reconheçam que sozinhas, nao conseguirão mudar nada... mais Deus pode mudar!

    otimo dia!!

    abraços
    Lê =)

    http://lefamily.blog.terra.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto.. Costumo dizer que conforme o passar do tempo até os valores vão mudando... no mtv vma desse ano por exemplo muitos foram criticados por escolher nao transar antes do casamento usando assim um anel como simbolo desse desejo.. ai eu me pergunto: onde esse mundo vai parar?? porque de repente ficou bonito a pessoa ser promiscua... Bom.. mas realmente tempo bom deve ter sido o dos nossos pais..

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, eu adoraria ter vivido nas época dos meus pais...para falar a verdade, gostaria de ter vivido é nas época dos meus avós. Aaah, nada melhor do que os anos 50 *-*
    As músicas, a moda, a sociedade, a segurança...enfim, era tudo melhor.

    Abraços
    ='-'=

    ResponderExcluir
  5. pois é cara

    mas eu acho q se essa porra de pais tivesse leis mais fortes seria bem mais seguro criar nossos filhos né

    excesso de liberdade gera bagunça!!

    ResponderExcluir
  6. Iria gostar muito se nascesse naquela época, mesmo sem ter os avanços tecnológicos atuais.

    -Bons Tempos Aqueles ...

    ResponderExcluir
  7. Eh...mas tem q se levar em conta que a uns 30 e poucos anos atras, doencas como turbeculose matavam e muito!

    Acho q alguns problemas são resolvidos e outros aparecem para substitui-los...as vezes piores!

    ResponderExcluir
  8. Putz... Pior que isso é tudo verdade... Duvido que algum de nossa geração, vai sentir saudade desse tempo maluco que vivemos, onde é mesmo uma barbaridade pensar que somos felizes por sair para o trabalho pela manhã e conseguirmos chegar sãos e salvos em casa à noite.

    ResponderExcluir
  9. Eita tempos bons q não voltam mais, por isso temos q viver o hoje, mesmo com tanta violência gratuita, pra que daqui a 30 anos não fiquemos cheios de saudades.
    adorei o texto

    ResponderExcluir
  10. E tudo mudou...

    O rouge virou blush
    O pó-de-arroz virou pó-compacto
    O brilho virou gloss

    O rímel virou máscara incolor
    A Lycra virou stretch
    Anabela virou plataforma
    O corpete virou porta-seios
    Que virou sutiã
    Que virou lib
    Que virou silicone

    A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
    A escova virou chapinha
    "Problemas de moça" viraram TPM
    Confete virou MM

    A crise de nervos virou estresse
    A chita virou viscose.
    A purpurina virou gliter
    A brilhantina virou mousse

    Os halteres viraram bomba
    A ergométrica virou spinning
    A tanga virou fio dental
    E o fio dental virou anti-séptico bucal

    Ninguém mais vê...

    Ping-Pong virou Babaloo
    O a-la-carte virou self-service

    A tristeza, depressão
    O espaguete virou Miojo pronto
    A paquera virou pegação
    A gafieira virou dança de salão

    O que era praça virou shopping
    A areia virou ringue
    A caneta virou teclado
    O long play virou CD

    A fita de vídeo é DVD
    O CD já é MP3
    É um filho onde éramos seis
    O álbum de fotos agora é mostrado por email

    O namoro agora é virtual
    A cantada virou torpedo
    E do "não" não se tem medo
    O break virou street

    O samba, pagode
    O carnaval de rua virou Sapucaí
    O folclore brasileiro, halloween
    O piano agora é teclado, também

    O forró de sanfona ficou eletrônico
    Fortificante não é mais Biotônico
    Bicicleta virou Bis
    Polícia e ladrão virou counter strike

    Folhetins são novelas de TV
    Fauna e flora a desaparecer
    Lobato virou Paulo Coelho
    Caetano virou um chato

    Chico sumiu da FM e TV
    Baby se converteu
    RPM desapareceu
    Elis ressuscitou em Maria Rita?
    Gal virou fênix
    Raul e Renato,
    Cássia e Cazuza,
    Lennon e Elvis,
    Todos anjos
    Agora só tocam lira...

    A AIDS virou gripe
    A bala antes encontrada agora é perdida
    A violência está coisa maldita!

    A maconha é calmante
    O professor é agora o facilitador
    As lições já não importam mais
    A guerra superou a paz
    E a sociedade ficou incapaz...

    ... De tudo.

    Inclusive de notar essas diferenças
    Luis Fernando Veríssimo

    Ele disse tudo!!
    Abç..

    ResponderExcluir
  11. Original e simpático, gostei do blog
    meus parabens!

    sucesso

    ResponderExcluir
  12. O engraçado que é hj se ve muito jovem sentindo "saudades" dessa época que nao se viveu. Isso mostra um descredito com os elementos de hoje, bem como o nosso atual mundo.

    Abçs!!!

    ResponderExcluir
  13. cada tempo seu tempo e suas saldades, um dia quando passarmos muito dos "trinta e poucos anos" teremos saldade de nosso tempo, e só naquele momento saberemos o por que da saldade, e sentaremos na sacada do nsso ap e explicaremos ao nosso filho como é que ouvimos legião urbana, como um dia derrubamos um presidente, como um dia vimos ainda vivos os rolling stones e a madona, e muitas outras coisas que hoje parecem eternas pois são o presente.

    melk

    http://www.hellboynews.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Eu acho que nasci na época errada, país errado e quiçá, planeta errado. Sou velho demais pra minha idade e odeio minha geração. Não tenho medo de andar pela rua de madrugada, mas não tenho vontade também... Enfim...

    []'s

    Musikaholic

    ResponderExcluir
  15. pois é... o passado sempre traz nostalgia, eram tempos em que as pessoas se preocupavam menos, havia menos stress, menos correria e creio que um pouco mais de qualidade de vida!! abraço

    http://midiaculturaletc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Não somos contemporâneos, mas também me dá saudades das tardes quentes no Rio minha cidade querida.

    ResponderExcluir
  17. Realmente....Naqueles tempos as pessoas eram bem mais felizes....

    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. A AIDS é verdadeiramente uma realidade nos dias de hoje!

    ResponderExcluir
  20. Você falou foi tudo! O mundo pode sim evoluir em uma, duas coisas, mas anda regredindo na maioria das vezes, as pessoas estão perdendo os valores, já não é tão bom quanto antes.

    Segurança? Praticamente não existe mais, pelo menos pra quem gosta de sair muito de casa, não..

    Aids era novidade, agora virou realidade, prova que com a evolução muitos se tornaram pessoas sem responsabilidade.

    Mas talvez ainda exista tempo para mudar isso...

    ResponderExcluir
  21. é rapaz... bons tempos q podia ficar na rua até tarde, sem problemas.

    abraço

    ResponderExcluir
  22. É verdade, também sinto saudade de muitas coisas...clro que atualemnte também temos vantagens, mas seguidamente repito a frase: "bons tempos aqueles"...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  23. kraca mto bom texto
    arrebentou...;
    eu num gosto mto de ler texto grande, mas esse vlw a pena

    Vlw.

    ResponderExcluir
  24. o que será de toda essa geracao hein...
    muita coisa mudou....

    ResponderExcluir
  25. As coisas sempre mudam, e temos que acompanhar as mudanças. Sabe, ainda vejo pessoas falarem que os Indíos ainda deviam andar pelados, pode?! Então eles não podem 'evoluir'?

    aff


    Gosto de 'antropologia Cultural'

    abrass

    ResponderExcluir
  26. Nossa.. prua verdade..
    O mundo anda tropeçando, e muito, em seus passos largos!
    Muita coisa boa surgiu, mas, em compensação muita coisa ruim também..
    O que me preocupa é que se a nossa geração já está assim...
    Qual será o destino da próxima?!
    E adeus aqueles bons tempos, que não voltam mais..

    ;D

    bjus

    ResponderExcluir
  27. Nossa...mexeu comigo mesmo.

    Eu, tenho 15 anos.E fico abismado com as coisas que vejo em meu cotidiano.Coisas supérfulas, fúteis e desnecessárias.

    Cadê a inteligência dos jovens de hoje em dia?Poder de ponderação?Raciocínio?

    Até eu que, naquela época dos anos 60-75 nem era projeto, sinto falta deles.Pelo "romantismo do ar", pela nostalgia, pelo respeito, pelos desafios.

    Claro, havia revezes...mas onde não há!?

    ResponderExcluir
  28. Sempre sentimos saudades do que já passou, o que já passou sempre era melhor, o que já passou era bom... O que já passou, só era bom porque nossa memória é seletiva e esquecemos 90% de tão ruim que era tudo aquilo que já passou... só ficamos com 10% chorando e lamentando como era bom o que já passou...

    ResponderExcluir
  29. Acredito que a velha frase saudosista "no meu tempo" é realmente uma questão de tempo. Achar que aquele tempo era melhor que o de hoje é o mesmo sentimento que criamos quando alguém morre e começamos a pronunciar frases como: era tão boa pessoa! Na verdade, nos distanciamos dos pontos negativos e nos prendemos somente às qualidades. Usamos da nossa memória seletiva. Com certeza, daqui a uns bons anos, você estará dizendo que NO SEU TEMPO tudo era melhor. É a dinâmica da vida. Acho que o X da questão é qu usamos da nossa juventudo como referência à qualidade e depois que passarmos dela, tudo que vêm pela frente não será como antes.
    Bjinhus xD

    ResponderExcluir
  30. Concordo com o Marcelo. Sempre achamos que o que já passou era melhor.

    Será assim também quando nossos filhos estiverem na casa dos 30 e poucos anos. Nós também falaremos que no nosso tempo tudo era melhor. E toda essa questão de falta de respeito e tal faz parte do momento, da velocidade com que as coisas acontecem atualmente.

    Antigamente se demorava meses, ou ao menos dias, se você quisesse se comunicar com alguém de outra cidade. Telefone era artigo de luxo e cartas demoravam para chegar.

    Hoje existe o msn, telefone todo mundo tem... Enfim, as coisas acontecem com uma velocidade absurda!

    E quem sabe onde tudo isso vai dar...

    ResponderExcluir
  31. Concordo plenamente com o texto.Tenho medo do que nos espera no futuro.....

    ResponderExcluir
  32. Caro Rafael, você está certíssimo em colocar o progresso como principal causa da barbárie em que vivemos. A noção de progredir, há muito tempo, já não significa bem-estar, paz, relações humanas melhores.

    Muito acadêmicos chamam este quadro que você construiu como "a sociedade da razão instrumental", onde tudo tornou-se coisa com preço e lucro definidos, inclusive o ser humano.

    ResponderExcluir
  33. Nossa senhora, vou ser advogado do Diabo, o mundo nunca teve tão bom! Não há essa, os problemas humanos de capital começa desde que o homem no neolítico aprendeu a acumular, de lá pra cá só mudou moeda e nome. E essa de sentir saudade do tempo bom que não volta mais, isso é papo furado, viver a trinta anos atrás era duro pra caralho, vejam as fábricas, as máquinas na construção civil, o avanço da medicina em todas as áreas, inclusive no convívio com o HIV... esse discirso de que no passado as coisas eram melhor é que é coisa velha. No passado toda sordidez era a mesma, toda sijeira era igual, com o agravo de que era tudo mais duro! A se estrega justamente por isso: vivemos dando um passo pra frente e a cabeça virada pra trás, resultado disso é uma topada.
    Os suecos dizem passado só pode ter um peso inconsciente, porque o melhor da vida estar por vir, sobretudo porque o que passou é intocável!
    Saiam desse saudosismo que isso sim é muito velho!

    ResponderExcluir
  34. cara a última coisa que eu faria é ridicularizar a época dos meus pais.aquele era um tempo diferente,tudo era "calmo" e se não fosse eles tinham coragem de fazer a revolução por um país melhor,nas ruaas,na música,no teatro.eles procuravam por um mundo melhor!hoje em dia o mundo andou pra trás,as pessoas ficaram mais alienadas.querem uma utopia,criticam o país e não fazem nada para melhora-lo.infelizmente poucas pessoas não movem montanhas,pelo menos eu não consegui até hoje.espero que um dia isso mude pra o meu neto poder contar uma história melhor de sua época para o seus filhos e netos.beijocas!

    ResponderExcluir
  35. Isso ai
    O mundo gira "devagar" porem o tempo passa muito rápido.

    ResponderExcluir
  36. é clichê, mas "anida somos os mesmos e vivemos como nossos pais". eu saudosista do que não vivi, sempre quis ter nascido em outros tempos, mas não abro mão dos benefícios tecnológicos de hoje. gosto da ideologia de gerações anteriores, que a minha não tem, mas acho que não conseguiria viver sem meu pc.

    bjs

    ResponderExcluir
  37. Verdade meu amigo, sinto saudades mesmo.
    Sou do tempo da calça rancheira, do Keds, dos bailinhos e homem dançava e casava com mulher....
    Abraços

    ResponderExcluir
  38. A gente sempre tem saudades de bons momentos.
    No final dos '70 ficou mais ascessível o telefone fixo, antes disso se usava "orelhão" de fichas metálicas.
    Não tinha micro ondas e todo dia era um inferno lavar a leiteira suja. A diversão era o "dois em um" (rádio e gravador)

    O que me dá saudade é a falta de educação. É dizer bom dia e ouvir o silêncio. As pessoas nem se cumprimentam mais. Pode ser timidez, pode ser ignorância ou medo mesmo de um conhecido. As pessoas se desacostumaram do contato real. Preferem mandar e-mail e torpedos a telefonar.
    Acham lindo não estudar. Se orgulham de sua falta de cultura.

    Eu sou o rei do tráfico e não estudei.
    Tenho uma banda famosa e não leio música.
    Eu sou presidente e analfabeto.

    Fada
    http://fadasafada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Gosto de ler os comentarios, e vi esse: "sinceramente, eu adoraria ter vivido nas época dos meus pais...para falar a verdade, gostaria de ter vivido é nas época dos meus avós. Aaah, nada melhor do que os anos 50 *-*
    As músicas, a moda, a sociedade, a segurança...enfim, era tudo melhor."

    Definiu o que eu ia comentar.

    ResponderExcluir
  40. Nem me fale... eu me sinto tão "tia" ultimamente... Quando você pergunta a alguém um pouco mais novo "Você lembra de tal coisa?" e a pessoa "Não é do meu tempo" dá medo...

    ResponderExcluir
  41. Meu caro, ja disse aposta em você cara...texto muito bom!!!

    Abraços e sucessooOO...

    ResponderExcluir
  42. Meu caro, ja disse aposta em você cara...texto muito bom!!!
    MAS ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais...!!!

    Abraços e sucessooOO...(Ari)

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.