23 de setembro de 2008

Amizade Colorida

Existem pessoas que são verdadeiros mestres na arte de 'criar situações', daquelas que conseguem antever a oportunidade antes mesmo dela se firmar.
Com o tempo passei a notar que esse mesmo seleto grupo de pessoas (do qual descobri sem querer fazer parte) em muitos dos casos desconhece esse seu "potencial". Mas, aqueles que o utilizam com propriedade, sabedoria, malicia e um pouco de astucia (e é ai onde quero chegar), esses sim, são aplaudíveis.
Quando garoto, lá por volta dos meus catorze anos, era quase impossível eu me aproximar de uma garota sem que ela vira-se minha 'amiguinha' nos cinco minutos seguintes, era frustrante. Naquele tempo eu não era nem de longe modelo de beleza, muito menos de físico super atraente, pra dizer a verdade, eu era mais conhecido como: 'O Gordo'. Pois saibam, tem crianças que conseguem ser mais cruéis na sua inocência do que muitos adultos tentando.
Por favor, nada de pena! Afinal, eu ainda tinha aquele monte de garotas ao meu redor, confessando-me os mais íntimos pensamentos, segredos e vontades (e só L). Imaginem vocês, por quantas não me apaixonei. No auge dos meus hormônios, espinhas e daquelas longas horas trancado no banheiro 'com dor de barriga'.
Mas, como tudo na vida tem dois lados, comigo não poderia ser diferente. Nem tudo eram flores, mas descobri que o tempo é amigo daquele que não o espera. E eu nunca esperei nada!
Aos dezesseis me "formei" em Confidencialidade, assim pudera, anos ouvindo dezenas de garotas, pra não falar dos conselhos. Por muitas vezes me senti um padre em cárcere voluntário (era cada segredo bom) ouvindo pecadoras em busca de absolvição. Guardei dos mais ingênuos, até os mais impudicos segredos, eu era a verdadeira caixa de Pandora.
Foi então que me dei conta da facilidade que eu tinha em ouvir, compreender e influenciar de certa forma através daqueles tantos conselhos, só faltava a malicia... foi como descobrir a roda. Eu ainda tinha muito que viver e muito a resgatar, então chega de perder tempo! Resolvi do dia pra noite que iria dar uma guinada na minha vida e como mágica, em apenas trinta dias, menos catorze quilos. Essa você não encontra nem na Polishop! Confesso que quase morri, mas valeu o sacrifício. Meu corpo tomou forma, deixei de ser aquele pequeno lenhador de Bonsai, e descobri até...que tinha pênis. Ufa, e foi só o primeiro passo!
Logo de cara comecei a perceber que minhas 'amiguinhas' passaram a me olhar de modo diferente e, até mesmo que eu podia ser atraente, mas dei uma de 'João sem braço' e deixei rolar.
Imagino que devam estar confusos e se perguntando:
- Mas o que isso tem a ver com aquele papo no começo sobre 'criar situações'?
Eu lhes respondo com outra pergunta:
- E como não poderia?
Mantive meu posto de confidente, mas eu havia mudado. Por mais que a mudança exterior espantasse, a maior mudança havia sido por dentro. Hoje sei que autoconfiança é trampolim para o sucesso (crer em você), seja qual for a situação.
Passei a ouvir aquelas tantas histórias e segredos de forma virginal, deixei a timidez de lado e fui pra guerra. De cara, não deixei passar uma (até canhão enfrentei), não importava se não faziam meu tipo (descobri até que tinha um 'tipo'). Também, após tantos anos de resignação, a 'nota de corte' não era das melhores.
Como uma luz a clarear minhas idéias, comecei a criar as mais variadas situações com base naquelas confissões, segredos e conselhos, e assim, passei a transformar aqueles tantos problemas na minha solução. Se antes vinham atrás de conselhos, agora o buraco era mais embaixo, literalmente...
Elas só queriam saber de me 'animar', de me por pra cima. A palavra 'delivery' ganhou um novo significado, afinal, eram elas que diziam:
- Me liga pra conversarmos, ninguém me entende como você!
Dava pra sentir o cheiro da excitação no ar, era recíproco. Agora vinham até mim em busca de colo, esperando apenas... um consolo amigo.
Jamais fui falso amigo, era o mesmo de sempre, um pouco mais atraente, um pouco mais intimo, menos inocente, mais ao pé do ouvido.
E que morda a língua quem gritou:
- Safado...
E que atire a primeira pedra quem não tem telhado de vidro. Pois, amizades assim, colorem a vida!


Crônica enviada pelo colaborador
Rafael C. Wicher

48 comentários:

  1. Hehe
    Tenho 14 anos e tenho uns quilos a mais. Euuu soou igual a esse cara aeww... Nossa! Vou mudar, vou me basear nessa história!

    Taah afim de parceria?

    Mundo P-O-P - O Seu Mundo da Música!

    ____________________________
    http://mundop-o-p.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. hUHAUhauHAUhauHAUhauH
    Boa estratégia, hein? A ainda ficava sabendo dos segredos de todo mundo...essa é a parte mais interessante XD~

    Abraços.
    ='-'=

    ResponderExcluir
  3. Sabe aquele texto que você lê e logo se identifica nele??poisfoi isso que aconteceu qaundo li esse texto.Parece minha história escrita aí.De verdade.Chega surpreender tamanho o número de coinscidências.Como sempre um texto muito agradável de se ler.Valeu

    ResponderExcluir
  4. A malícia, já dizia Jorge Ben, alegra a vida.
    E claro, transforma as coisas.
    E é um delícia, vamos combinar!

    beijo!

    ResponderExcluir
  5. Muito legal!
    confesso que ja tive alguns amigos coloridos tbm...
    e era tão bom rsrsrs!
    Mas descobriu o grande segredo: AUTOCONFIANÇA é a alma do negócio... confiar em sim mesmo faz toda a diferença! Vamos aonde ninguem consegue "normal" consegue!
    ameiiii!

    otimo dia!



    http://lefamily.blog.terra.com.br/

    ResponderExcluir
  6. [retornando a visita...]

    Erich,

    Obrigada pela gentileza, mas prefiro acreditar q minha literatura não estava tão amadurecida quanto a dos meus concorrentes, porque ainda é muito, muito incipiente...

    ResponderExcluir
  7. ahahaha,
    gostei do texto...
    ai ai, esses hormônios da adolescência! ahahahahahah

    ResponderExcluir
  8. Ótima crônica! Lembrou um pouco de mim mesma nessa idade, mas eu era muuuito tímida também, o que piorava as coisas. Postei um texto saudosista também, passa lá depois.

    Beijos!!!
    Karina

    ResponderExcluir
  9. Muito bom este texto. A mentalidade evolue segundo as circunstâncias e oportunidades. é neste momento que descobrimos que a inteligência supera qualquer atributo físico. Se você é inteligente, sagaz e seguro de si mesmo, todo mundo te vê como um Adonis... principalmente se é honesto consigo e com os outros. Safado eu não diria, ma um sobrevivente.

    ResponderExcluir
  10. Muito Bom! A gente tem que evoluír como pessoa, e como você falou, autoconfiança é a chave pra isso. Muito bom o texto, mereceu as 5 estrelinhas!

    abraço,
    http://comideiaseideais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Texo muito bom, inteligênte!

    Um abraço!


    BLOG: http://bslcorretor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Luizichxos DOwnloads23 de setembro de 2008 11:43

    legal!
    gostei disso!

    ResponderExcluir
  13. Que relato.. rsrs
    Na minha época de escola (vc me fez lembrar) tinha um garoto que ficava no meio da gente (as meninas) os meninos o considerava gay e gordo e sei lá mais oq .. uma amiguinha minha mais intima .. gostava dele .. mas não falava nada.. e procurava esconder ao maximo das outras pessoas .. pois tinha medo que se alguém soubesse iria zombar dela, por ele ser "rotulado" pelos outros ,de gay e gordo... o tempo passou ele cresceu, deu aquela esticada que os meninos em determinada idade dá .. rsrs .. as coisas mudaram .. agora os meninos queriam atenção dele pois ele era o centro da atenção das meninas .. toda queriam tirar uma lasquinha dele, ficar perto dele .. (pois ele, mesmo gordinho um rosto lindo) .. a minha amiguinha sofreu pois agora era muitas rivais e se aprendeu muito em não ter falando que gostava dele .. srsrs

    Nada como dia apos o outro e as situações agente mesmo cria pra nos mesmos .. seja boas ou não ..


    Bjs ..

    ResponderExcluir
  14. Eu indago!
    Existe malicia quando tem mesmo amizade? Cabe os dois em um mesmo lugar?
    Eu sempre fui desses que tive "amigas" Alias ainda tenho... Recentemente me peguei praticando um exercicio bem prazeroso pensando numa amiga..que nem é tão atraente assim, não acho que eu gosto dela, acho que foi carencia sei lá, sua compania me faz muito bem. e por mais de uma vez ja me imaginei com ela, talvez após 14 kilos a menos, ou após dizer a ela que penso nela..
    Seu texto me fez refletir. E oras.. essa é a intenção né?

    Visita se puder:
    www.ivanjjunior.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Já faz tempo também que faço esse papel de confidente/consolo.
    É o que eu sempre disse e continuo dizendo: amigo é pra essas coisas!

    ResponderExcluir
  16. heheh

    Sei bem como é isso!

    http://minhainspiracao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. hahaha, muito bom!
    "consolo" amigo. frase ambigua.

    abraço, passa lá:
    http://www.titulosupimpa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Huahuahauhauhauha.. Me identifiquei muito com esse texto. Eu sou muito assim xP

    []'s

    Musikaholic

    ResponderExcluir
  19. cara a minha estória é igualzin esta.. a diferença que eu naum era gordinho, até jogava no time do colégio, mas até que cheguei na facu, ai já sabe né!!todo mundo vira "cahaceiro" quando entra na facu e isso já muda de alguma forma nossas táticas de atake..

    ResponderExcluir
  20. Malícia é bom demais e útil para tudo!

    ResponderExcluir
  21. Caraaaaaca... muito esperto você.. haha au tive uns dois amigos assim, que isso já influenciou os garotos lá em cima!

    muito bom o texto.

    parabéns!

    www.alto-qi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. haha
    que guinada na vida
    mas eu fiquei curiosa mesmo sobre os 14 kg em um mês haha
    Quanto ao livro, vale muito a pena ler.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  23. Como você pode abrir a minha tática para todo mundo ver?
    hehhehe

    Não é maldade, é apenas uma forma de conseguir o que quer.
    Afinal, quem vem contar os segredos são elas, a gente só dá um apoio moral e físico, de preferência.

    ResponderExcluir
  24. É importante saber ouvir. Aprendemos muito desta forma, principalmente a agir de acordo com o que o outro espera de nós. Gostei da tática. Adorei a parte "Eu era a verdadeira caixa de Pandora" (nome do meu Blog, coincidentemente!) Parabéns pelo Blog, os textos são ótimos! Abraços, Camila.

    ResponderExcluir
  25. Certamente que não acompanho seu blog intensamente, mas baseado no post que não ia dar tempo de chegar no banheiro !!!!!!! eu não imaginava um post como esse por aqui, grande história e grande narrativa...........

    ResponderExcluir
  26. ai ai, eu queria um amigo tão bacana! haha

    ResponderExcluir
  27. Legal seu post,parabéns

    www.blogames10.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Gostei da história, bem legal. Eu queria ter aprendido isso lá nos meus 14 anos =D =(

    Abção e fique com Deus.
    ________________________

    http://horateologica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. sahasushauash essa dava certo msmo :p

    tah bm
    abração amigo

    ResponderExcluir
  30. Eu sempre tive este poder e sempre tive a malícia tb de criar situações.
    mas sempre optei por não cria-las (sempre que estava em meu juízo normal). Sempre com o fundamento de que uma cor pode terminar com uma amizade. Sei que isso é real, tanto que as vezes em que colori minha vida, a amizade não mais existiu. Sim, passou a existir outras coisas: atração, carinho, afeto, tesão, paixão ou até amor. Mas amizade, amizade sincera e pura... Se perde com o primeiro beijo...

    ResponderExcluir
  31. Ai, a amizade colorida..
    oq seria de mim sem ela!?
    rsrsrs
    Bom o Blog, agora ta bem melhor, ta limpo, com estilo!
    Parabens!

    ResponderExcluir
  32. É quase inevitável não se identificar de alguma forma com o texto. Haha lembrei do meu tempo de adolescência, e confesso, de algumas ocasiões nos dias de hj. É revoltante essa história de se tornar amiga dos supostos paqueras, mas é interessante quando essa tal amizade te abre caminhos...
    Adorei o texto.

    ResponderExcluir
  33. Congratulations!
    Conseguiu fazer de um limão uma limonada.

    ResponderExcluir
  34. OBRIGADO A TODOS PELOS COMENTARIOS...ADOREI CADA UM DELES :-)...BACANA NOS VERMOS NARRADOS, DESCRITOS, MESMO QUE PARCIALMENTE!!!

    ABRAÇOSSSS

    ResponderExcluir
  35. fala serio qm nunca se aproximou de alguem e virou amigo com segundas intenções!

    ResponderExcluir
  36. Uauuu!!
    Tudo a ver, adorei sua materia.

    ResponderExcluir
  37. Não pensei "Safado"... pensei "esperto".
    Feliz o homem que consegue captar os sinais que uma mulher manda, e mais feliz ainda o que é o confidente delas.
    Parabéns, gostei do blog!!

    ResponderExcluir
  38. me vi exatamente na mesma situação

    heheheh

    ResponderExcluir
  39. Cara este POST ta muito interessante!!!
    Obrigada e abraços!!! (Ari)

    ResponderExcluir
  40. kkkkkkkkkkkkk Adorei o lenhador de Bonsai!!uauahauahauahaua!!!Axo q muitos "amigos confidentes " se identificaram com tuas palavras.
    Essa crônica ainda não tinha lido..heheheheh!!!Mas adorei muito, tadinho do amigo confidente, imagino o qnto deve ter sofrido. hahahaahaahah!!!!
    Bjosssssss.........

    ResponderExcluir
  41. ha entendi agora tudo! muito inteligente eu diria rsrsrrs

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.