25 de julho de 2008

Ponto positivo para nosso Brasil:
Saiu no site da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária ( ANVISA )

Maternidades têm até dezembro para incentivar parto humanizado
Os serviços de atendimento obstétrico e neonatal têm até dezembro para adotar medidas que incentivem o parto humanizado e a redução dos índices de mortalidade materna e neonatal no país.

As principais alterações parecem coisas que ja deveriam acontecer a muito tempo mas que o governo não permitia como a presença de acompanhante em todos os momentos durante internação para o parto, métodos não farmacológicos e não invasivos de alívio à dor e de estímulo ao do trabalho de parto, escolha das diversas posições para trabalho de parto ( pois é ... antes era única ), estimula o contato imediato, pele a pele, da mãe com o filho o que favore o vínculo e evita perda de calor e estimulação do aleitamento materno ainda no ambiente do parto.
Veja matéria completa no site
http://www.anvisa.gov.br/divulga/noticias/2008/220708.htm



Continuando na Anvisa ... :

Governo e indústria estão discutindo para achar a melhor maneira de reduzir os teores de gordura, sal e açúcar dos alimentos industrializados.

De acordo com o IBGE, um dos reflexos do alto teor de sal, açúcar e gordura nos alimentos é o sobrepeso, que atinge 40% das pessoas no país ( e eu me incluo nesses 40%!! ). Segundo o Ministério da Saúde, 212 mil mortes/ano poderiam ser evitadas com uma alimentação adequada.

Para ajudar auxiliar o povo na hora da escolha dos produtos, a ANVISA disponibiliza o Guia de Bolso do Consumidor Saudável (PDF). Nele, há informações básicas sobre o tema, entre elas, o valor calórico dos alimentos e as quantidades diárias necessárias para se manter saudável.

Final de junho, preocupado com a minha crescente pança, resolvi procurar um endócrino e a primeira coisa que ele fez depois de me dar uma bronca vendo meus altos níveis de colesterol, glicose triglicérides e etc, foi passar uma dieta com restrição total de sal, açucar e gordura ... achei muito exagerado na hora, mas não é que deu resultado ??? E o governo agora resolve combater os altos consumos destes 3 vilões.

Pra mim deu certo, eliminei 9 kilos .... !!!

7 comentários:

  1. Muito bom o post. Um assunto MUITO BOM

    gostei do blog. parabéns

    ResponderExcluir
  2. E ae Cara tudo bem?
    Muito bom o post e blog, parabéns..

    Depois vai lá no meu:
    http://blogblog08.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. "Minha crescente pança" foi tuuuudo
    rsrsrsrs
    Já eu... precisava de uma dieta pra engordar... Ossinhos aparecendo : (

    Mas brincadeiras à parte, acho súper importante esse cuidado com a alimentação e consequentemente com a saúde.

    Ótimo blog, gostei mesmo...

    : )

    ResponderExcluir
  4. bom blog
    belos artigos
    se der visita


    http://lokuraloka.blosgspot.com/

    vlws!

    ResponderExcluir
  5. parece que existe um grupo de mulheres que protestaram contra o incentivo do governo ao parto natural... afirmam que isso é caminho para o fim da cesariana gratuita. bom, na atual conjuntura, eu concordo com o Vinícius, "filhos, melhor não tê-los".

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu já havia lido sobre isso das maternidades, realmente é algo maravilhoso, o incentivo ao parto normal.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  7. Oi, oi!

    Valeu por passar no Sem Fronteiras!

    Olha, acho que esta medida do 'parto natural' aí meio "sem noção": da onde o governo vai tirar dinheiro para pagar quarto para as gestantes em hospitais privados? Porque segundo a medida, isso vai acontecer.
    Enfim... aguardar pra ver!

    Tenho post novo lá!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Por favor ... deixe seu comentário.